Arquivo para 12 de fevereiro de 2009

12
fev
09

FRRRRIO INTEEENSSSO



Por incírivel que pareça, batemos perna o dia inteiro. Lógico que comprei mais um cachecol que foi devidamente colocado por sobre a pachimina, o que me proporcionou um conforto indescritível. Carol, fez um pedido inusitado: Mãe, quero um sanduiche enorme do Mac Donald´s. Eu, que não sou muito chegada, fiz uma exigência: -Quero um Mac “chic”. Dependendo do lugar, o Mac Donald´s em Londres, esnoba na decoração. Em Victoria Station, é lindo! Pois partimos pra lá. Mesmo vendo todas as pessoas à nossa volta se contorcendo de frio.
Depois do almoço (revigorante devo dizer)fomos conhecer Westminster Cathedral. Infelizmente, estava sendo restaurada. Mesmo assim, cumpri meu ritual, rezando fervorazamente, agradecendo por tudo.

12
fev
09

E O FRIO COMEÇOU A APERTARRRRRR….

Carol tirou essa foto antes de amanhecer no dia 5 de janeiro. Quando acordei, senti que o frio estava de rachar mesmo. Como um friozinho básico nunca me assustou, coloquei mais uma camada de roupa, meus “aquecedores” de plantão. Saímos os três pra loja da Apple, pois o Dani queria um novo HD e Carol um IPod shuffle. Lá fomos nós… Já ao sair de casa, vimos que havia nevado durante a noite. No ponto do ônibus a coisa ficou feia. Minhas mãos congelaram imediatamente. Delirei de alegria quando vi nosso querido companheiro de aventuras. Nosso ônibus maravilhoso: 453 to Marylebone! Mas nem dentro do ônibus estava quentinho. Em Regent Street, um vento gelado, zunia, quando finalmente entramos no templo da Apple. Ficamos lá o tempo suficiente, para tirar todos os apetrechos, para logo ao sair, recolocá-los às pressas, pois estava nevando! Em poucos minutos, decidimos conhecer a loja da National Geographic. Na vitrine, lindas esculturas de cavalos feitos de toras e troncos. Um mimo! Assim… na base de umas 6000 libras cada. Acho que é por isso que estão quase eternizadas na vitrine. Material de mergulho, de fotografia, os muitos livros de fotos, e … uma câmera frigorífica, com um cubo de gelo, do tamanho de uma geladeira duplex ultra jumbo. O termômetro marcando – 49 graus. Motivo: vendem-se roupas para frio. Para muito frio. E são caras, muito caras. Então, nada como uma performance: o cidadão experimenta a roupa e entra no recinto, digamos assim, resfriado. Se gostar, vai no caixa e paga, algo em torno de 1000 libras.
Não foi à toa, que saímos de lá e eu fui procurar a primeira liquidação. Um frio louco, e euzinha, tentando ser local, sai com uma pachimina! Precisava urgente de um cachecol gordo, felpudo, que desse umas tres voltas e que de quebra chegasse atá às orelhas.

12
fev
09

O QUE SE VÊ DE LONDON EYE





12
fev
09

MME TOUSSAUD




Já falei aqui do museu de cera, Madame Toussaud. Só não contei a história. Mme Tussaud aprendeu a modelar cera com Philippe Curtius, médico e escultor. Aos 17 anos, torna-se tutora da filha de Luis XV em Versailles. Durante a Revolução Francesa, é então obrigada a fazer máscaras mortuárias dos nobres condenados à morte.
História à parte, vale a pena conferir. Além de conseguir um bom desconto, comprando junto um ingresso para nada mais, nada menos que London Eye, passa-se uma tarde no mínimo, engraçada. Se você não for do tipo que se solta, pode ficar vendo os outros nas poses mais esdrúxulas. Como eu sou do tipo que perde a vergonha mas não perde a foto, me acabei. É praticamente um momento meio “Red Carpet” com direito à fleshbacks da história.




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: