16
jul
10

malinhão 2010 – BARCELONA 1

Quem  acompanhou a viagem,  aqui pelo blog, sabe que eu pouco tinha tempo de postar fotos e falar sobre a cidade em que eu estava, às vezes por falta de bateria, muitas vezes por pura exaustão e na maioria das noites, pelas duas coisas juntas. Desde que cheguei, mais ou menos, há um mes, eu ainda não parei para, digamos, degustar o pós viagem, como sempre faço. E devo dizer que, esse “depois´´, é quando eu realizo. É o momento em que eu faço a intercessão entre a expectativa e o deslumbramento de conhecer um lugar novo ou no caso de Londres e Paris, de voltar a lugares que amo.  Um passeio que vai das imagens mentais às fotos tiradas. Então vamos lá. Depois de Dublin, Barcelona.

Como resumir Barcelona? Apaixoante! Capital da comunidade autônoma da Catalunha, e maravilhosamente banhada pelo Mar Mediterrâneo, Barcelona é dessas cidades que em 15 minutos a gente diz – Eu moraria aqui! É uma cidade linda, hospitaleira e moderna. A língua é o catalão, mas a maioria das placas e informações também está em espanhol. ´Seus habitantes, ainda lutam para obter a independência da Espanha.

Eu tinha 4 dias para conhecer tudo que tinha pesquisado, mas a maior prazer é sempre o inesperado. Eu que vivo fugindo do calor, fiz as pazes com o sol, enquanto me deliciava pelas ruas arborizadas da cidade. Mas um protetor solar é fundamental. Ainda estou com a a marca do relógio, no braço! Por outro lado, ainda sinto o vento no rosto, um vento fresquinho vindo do mar.

Chegar a Barcelona por ar =

a cidade tem ligação com todas as principais cidades da Europa. Eu fui de Londres (Gatwick) para Barcelona (Aeroporto El Prat 14 Km da cidade), pela Easyjet, que tem vôos regulares de Londres, Paris, Berlin, Lisboa, Milão, Basel e Geneva. A dica como sempre é antecedência.

Vueling = companhia lowcost espanhola, tem muitos vôos que ligam Barcelona a inúmeras cidades da Europa.

Ryanair = Barcelona está sempre entre as promoções da companhia,com  provenientes de várias cidades, chegando ao aeroporto de Girona, que fica bem mais longe, mas tem ônibus frequentes para a rodoviária de Barcelona.

Trem = O AVE, trem de alta velocidade (chega a 300km por hora) , liga Madrid à Barcelona.

O importante mesmo é chegar!

Las Ramblas

Cheguei sozinha à cidade. D o aeroporto El Prat, peguei o Aerobus, e em pouco tempo estava na Praça da Catalunha, onde começa Las Ramblas, essa passarela famosa, que vai dar no Porto Antigo, e atravessa toda a cidade velha.  Depois de muito pesquisar, escolhi o Hostel Benidorm, pelo preço e localização. Fica nas Rambla dels Caputxins, (as Ramblas, vão trocando de nome, comforme a gente vai andando). E foi maravilhoso acordar num balcãozinho, de cara para esse calçadão ainda vazio, cheio de árvores. O pessoal do hotel é super atencioso, tentam entender português (aliás, muitos falam português, há muitos portugueses na cidade). Não rola café da manhã, mas para quem como eu precisa de um café, assim que acorda, tem uma máquina de expresso na recepção.  Os quartos são simples, mas tem tudo que se precisa, ainda mais em Barcelona. A gente só chega para um banho e desmaia de cansaço. Ah! wi-fi em todos os quartos, e para quem não leva o net book, um computador à disposição, perto da máquina de café.

Deixei a mala no quarto, e fui cair na cidade. Andei muito! E depois do reconhecimento da área, decidi que pelo tamanho da cidade, seria melhor pegar o BUS TURISTIC,  para saber se valia a pena, fazer o tour quando meus amigos Rafael e Juliana, chegassem no dia seguinte à tardinha.

Já falei de Las Ramblas aqui. Mas sei lá qual é a magia dessa rua… Normalmente lotada de turistas, artistas, bancas de lembrancinhas, mais bancas flores e de  animais, mesas de restaurantes, músicos. Enfim, é uma festa! Além disso os edifícios são lindos, e ter que passar pelo Grand Teatro do Liceu ou pelo mercado La Boqueria, para chegar “em casa´´ é tudo de bom.

Las Ramblas começa na Plaza de Catalunya, (é o ponto central, o meeting point da cidade)  e apesar dos seus 2 Kms, a gente nem sente essa distância, tamanha a diversidade de informações visuais. Indo em direção ao Port Vell, à sua esquerda está a Praça Real e o Bairri Gotic, com suas ruinhas estreitas e muito comércio. À sua direita a Ciutat Vella.

Portanto é um bom lugar para se hospedar.

saída do metro Las Ramblas

Bairri Gotic

Las Ramblas à noite

Port Vell

Eu sei que olhando no mapa, todo turista acha que pode andar tudo a pé. Mas Barcelona não é bem assim. Os pontos turísticos são espalhados pela cidade, longe uns dos outros e até a gente se familiarizar com o metrô ou os ônibus municipais, perde-se um tempo precioso, quando se tem só alguns dias.  Então o Bus Turistic vale muito a pena! Aliás é uma das cidades que mais vale a pena, pagar por este tour. Fiz a  primeira rota  sem saltar do ônibus, mas logo nos primeiros

minutos vi que era exatamente o que eu queria.  Há vários pontos onde se pode comprar o ticket, o mais fácil é na Praça da Catalunya, de onde partem os ônibus. ou com os atendentes que ficam sempre perto das principais paradas.  Aconselho a chegar cedo pela manhã, porque se forma um grande fila. Além disso, como a gente pode saltar aonde quiser, passear, tirar fotos, e depois pegar o ônibus  outra vez,  um dia só é pouco, pois em alguns pontos, vale curtir o visual, visitar os museus, relaxar e absorver aquele momento.

São 4 rotas e todas são maravilhosas.

O ticket para o Bus custa 22 euros para um dia e 28 para 2. E se você ainda quiser mais um, tem desconto no próximo dia.

Plaça Catalunya

Casa Battló

No próximo post, mais Barcelona, tim tim por tim tim.

Anúncios

7 Responses to “malinhão 2010 – BARCELONA 1”


  1. 16/07/2010 às 10:58 PM

    Querida, sempre pensei em Barcelona como um roteiro obrigatório. Mas nunca fui. Acho que descobri por quê. Estava esperando uma cicerone como você! (sorriso)

    Aguardo o resto ansiosa!
    beijinhos

  2. 2 patricia
    25/07/2010 às 3:21 PM

    O blog tá uma delicia!!!!!!

  3. 03/04/2012 às 11:03 PM

    Cel, querida, tô aqui “colando” umas dicas. Meu roteiro ficou: Lisboa-Barcelona-Paris. Só tô meio preocupada com essa história de Barcelona ser a campeã dos pickpockets de acordo com o que li em vários blogs, inclusive o seu. Li lá no blog da Adriana Setti aquela situação que você comentou. E ela realmente já é uma “nativa” né? Só que tem cara de gringa…rs!!!
    Minhas companheiras de viagem desistiram mas eu tô firme. Será minha primeira viagem alone, por isso o receio com a segurança. Já emiti as passagens e reservei os hotéis. O que você acha da localização do Hotel Next To que fica na Carrer del Rossello, 242 – Eixample? Fiz minha reserva lá. Bjs

    • 4 celmartin
      04/04/2012 às 5:01 PM

      Oi Eliana,
      Que emoção!! Isso mesmo, desistir porque? Viajar faz a gente se sentir poderosa, seja acompanhada ou sozinha, sendo que sozinha a gente fica mais poderosa ainda, pois tudo está simplesmente na sua decisão!
      Nunca tive problema nenhum em Barcelona. Eu acho que sempre que você achar que alguém vai chegar em você com algo para te oferecer (tipo pulseirinha, flor, panfleto) diga ou sinalize claramente que não. Os glopistas só se aprioveitam de quem está distraído, dando mole. Andei na rua com Carol bem tarde e a cidade é bem movimentada a hora que for.
      Eixample é um bairro lindo, todo organizado, mas não sei como é ficar por lá Eliana. No meu caso eu sempre opto pelos mais centrais e no caso de Barcelona seria em torno da Praça da Catalunha, de onde parte e chega todo o tipo de transporte (para chegar do aeroporto) e os ônibus turisticos (recomendo muito) e os ônibus normais para ir ao Parque Guell por exemplo. Ale´m de ter restaurante, shopping, las Ramblas tudo ali pertinho.
      qualquer dúvida é só escrever!
      bjs

  4. 06/04/2012 às 7:42 PM

    Cel, obrigada pela força! Graças a você, repensei a localização do hotel em Barcelona e me mudei um pouco mais prá baixo. Por enquanto (rs…), estou a quinze minutos a pé da Praça da Catalunha (Hotel The Praktik) com o metrô Girona à porta. Queria o Hostal Goya, que é super bem localizado, mas o preço do quarto individual com banheiro privativo é muito pretensioso! E eu preciso de um banheiro privativo. Em Lisboa fiz reserva na Pensão Residencial Portuense, indicação de uma blogueira apaixonada por Portugal. Parece ser bem localizado prá “bater perninha”, dê uma olhadinha, por favor. Em Paris reservei em uma área que já conheço e adoro que é o Quartier Latin. Tô na TPV…rs!!! Bjs

    • 6 celmartin
      07/04/2012 às 6:56 AM

      Oi Eliana,
      Seu hotel em Lisboa é numa rua cheinha de restaurantes com mesinhas do lado de fora, fachadas antiguinhas, e deve ser bem movimentado à noite, o que é bom para quem está sozinha, não rola medo de “chegar” em casa. Digamos que seria parecida com Las Ramblas em Barcelona. Qto a Barcelona, eu realmente não sei como é Eixample à noite, mas qualquer localização perto da Praça ainda mais com metro perto, você fica na cara do gol. Quartier latins é ors concours! Você viaja qdo?

      PS: qto à segurança, em Lisboa vi muitas reportagens de pickpockets na televisão, e na rua, vários pedintes, alguns muito insistentes. Meu filho disse que até havia menos do que outras vezes que ele foi. Aqui em Londres, pela primeira vez estou vendo mendigos e pedintes nas ruas. Como a crise está braba mesmo, o negócio é sempre sua bolsa à frente, se tiver uma correntinha dessas de chaveiro para amarrar sua carteira à bolsa, melhor ainda. De resto, é curtir muuuuuito!Qdo você viaja?

  5. 07/04/2012 às 12:48 PM

    Cel, transmimento de pensasão!!! Eu só viajo com bolsa transversal e esta semana levei 2 bolsas e carteira em uma loja de armarinhos e coloquei ganchos internos com correntinhas e argolas para prendê-los por dentro da bolsa. Até pensei em mandar confeccionar uma bolsa….rs!!! Mas a solução dos ganchos e correntinhas internas já resolve, ou pelo menos dificulta a ação dos malandros. É uma pena essa crise na Europa, é uma pena a crise mundial, pois sobra prá todo mundo! De nossa parte o que podemos fazer são preces, orações e pensamentos elevados para que tudo melhore para todos. Eu viajo no dia 7 de maio e retorno no dia 30. Fico 5 dias em Lisboa, 3 em Barcelona e 12 em Paris, já descontados os deslocamentos. E o melhor menina: eu tô fazendo todos os voos com milhagens TAM e parceiras. O meu gasto com passagens aéreas ida e volta, inclusive com os trechos internos (Lisboa-Barcelona-Paris) custaram menos de R$ 500,00. Por isso, não exito na hora de pagar as minhas comprinhas com CC…rsss!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

julho 2010
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

%d blogueiros gostam disto: