Arquivo para outubro \24\UTC 2010

24
out
10

5 décadas em algumas fotos – uma viagem no tempo e no espaço

Pois é… domingo chuvoso  e eu no meio de um siricutico arrumacionista. A casa de pernas para o ar! Desde a pintança na casa, a cigana que vive dentro de mim anda louca para se mudar (de novo).  Ainda não sei quando nem para onde, mas estou dando uma geral. Não é que eu adore me mudar, simplesmente foi acontecendo e “peguei costume”. Contando com as casas agregadas ( em Búzios), foram 19 mudanças.

E hoje dei de cara com o túnel do tempo : Uma mala de fotografias, algumas em preto e branco, outras coloridas, que por causa do tempo, estão ficando sépia…  Eu simplesmente adoro fotografia, pois é assim que eu viajo no tempo e no espaço.  Em algumas horas, viajei 5 décadas e vários lugares! Muito bom!

Papai, mamãe e eu,

Meu avô, minha prima (minha irmã) e eu.

Ainda em São Paulo aos 4 anos.

Já em Nicty, de havaiana…

Fazendo a meiga, na adolescência… 16 anos

Grávida do Dani… 22 anos

Mãe do Dani 23 anos

Dona de casa/ grávida da Carol 27 anos

Mãe da Carol com um mês

Uma das zilhôes de festas à fantasia dos anos 80

Completamente surtada em Nova York 36 anos (anos 90)

Viagem histórica a Salvador 39 anos

Virada do milênio 40 anos

Casinha de pescador em Búzios

Em Natal, de “árabe” com camelo e tudo 43 anos

Em Paris (enfim!!!) 48 anos

Em Amsterdam 48 anos

Em Londres 2009 50 anos

Em Paris (com Rafael e Ju) 2010 50 anos

No encontro pós viagem Julho 2010

E para comemorar o aniversário dos librianos Outubro 2010 51 anos!

Ufa!!!

Agora imaginem a mala de fotos! Beeeem maior que a malinha!

Até!

Anúncios
20
out
10

Blogosfera (a estória de + uma amizade especial)

Ok, eu sei que estava finalmente em Paris.  Mas isso é um blog, e é vivo! Então…  vou contar outra história que eu adóooro.  Um dia eu encontrei a Gina (no navegador de tags do wordpress), daí veio a Livi , filhota da Gina. Post vai, post vem, comentários sempre queridos daqui e de lá… descobri que a Gina é professora, adora viajar e  mora em Salvador, e que Livi, Elena (dois aninhos, filhota da Livi e neta da Gina) e Jaime (marido da Livi)  moram lá no polo norte (Canadá)… imagine!#!!!. Muita coisa pra contar…

De um jeito ou de outro, a gente “tá sempre” em contato, comentando,  sabendo uma  da outra  e se falando uma no blog da outra, e é uma delícia tê-las como companheiras assíduas, às vezes mais do quê com pessoas bem aqui pertinho…  Adorei, qdo,  no meio de uma viagem minha, a Gina mandou um comentário, para saber como chegar no centro da cidade de Salzburg,  no meio da viagem dela ( é isso que eu adoro no blog!) . Bom, já deu para entender que eu peguei mesmo amizade e hoje estou toda feliz,  com um post que li agorinha há pouco:

Ela começa contando que bateram no carro dela:

Estava indo para a farmácia quando de repente POW, um cara bateu no meu carro. Foi muito rápido, não pude fazer nada. Foi a primeira vez que me envolvi numa batida, ainda bem que não foi nada grave. Estava entrando no estacionamento, bem devagar, o cara saiu de vez da vaga, buzinei mas não teve jeito POW na porta de trás. Só não foi pior pois estava devagar, se tivesse rápido tinha arranhado até o fundo e levado o parachoque.

…..

No fim das contas um dia que era para ser super agradável ficou com essa mancha. Super agradável porque estava indo comprar um “pipi teste”.

No fim de semana de Ação de Graças, descobri que estava grávida do(a) segundo(a) baby. Durante a semana me consultei com a médica e o exame de sangue confirmou o resultado. Será que dou conta de dois, sozinha nesse freezer? Acho que vou ficar aloprada.  :-)

E eu que não as conheço pessoalmente, fiquei tão feliz como se fosse da família! Esses milagres da internet, que aproxima pessoas de lugares, cultura e idades  diferentes.

Não é uma delícia ficar feliz com a vinda de um bebê, se apegar a uma garotinha (a Elena, na foto aí do lado), e participar da alegria da avó Gina, sem nunquinha tê-las encontrado?

Eu penso que sim. Todo motivo para ficar feliz é uma benção e aqui vai meu querido muito obrigada a pessoas tão queridas que apesar de virtuais, são tão presentes!

 

 

 

– É ela que vai ganhar um ou uma baby!

 

Parabéns minhas queridas!

 

 

 

15
out
10

Chegando a Paris… “foto-resumo informativo”

E lá fomos nós e nossas malinhas… Andamos até a Central Station,

Central Station Stockholm

onde pegamos o Flygbussarna para o aeroporto de Skavsta,

Voamos mais uma vez Ryanair…

e aterrissamos no até então, desconhecido aeroporto de Paris Beauvais.

Onde pegamos o Ket bus, por 14 euros para chegar à Paris , em Porte Maillot, no final da Av. de la Grande Armée, continuação da Champs Elisées,  noroeste da cidade (direção La Défanse).



Na estação de Porte Maillot, como íamos ficar menos de uma semana, compramos o melhor custo benefício, em termos de transporte: o Paris-Visite, que dá acesso a ilimitadas viagens tanto nos ônibus, como no metrô, nas zonas escolhidas, sendo 1-3 perfeita para turistar.

ParisVisite – ADULT
1 DAY
Euros
2 DAYS
Euros
3 DAYS
Euros
5 DAYS
Euros
zones 1 – 3 9,00 14,70 20,00 28,90
zones 1 – 6 18,90 28,90 40,50 49,40

Também há a opção de comprar um carnet de 10 tickets

Tarifs en euros
1 ticket t+ 1,70
Book of 10 t+ tickets (standard fare) 12,00
Book of 10 t+ tickets (reduced fare) 6,00
Single-use ticket purchased onboard buses 1,80

Daí, foi só chegar à estação de Montparnasse, e andar até o nosso hotel. O Hotel Mistral.  Ponto para a malinha! De táxi, essa brincadeira, não ficaria por menos de 100 ou 120 euros, dependendo do horário. Ao chegar ao hotel, mais um ponto. 4 andares sem elevador! Imagina, carregar 20 kilos??? E hotel sem elevador em Paris é o que mais tem!

Nosso hotel, ainda tinha um charme a mais! Simone de Bouvoir e Jean Paul Sartre moraram nele!

 

Além disso, cama gostosa, rua calma, banheiro limpo e staff educado e gentil. Em Paris, hotel barato e limpo, é difícil!

Felizes e saltitantes, fomos bater perna.

Av des Champs Élisees Paris

Essa avenida é linda, com sol ou chuva, de noite ou de dia, primavera ou inverno.  Av des Champs Élisées, com 71 metros de largura, e quase dois Km de extensão, vai da Place de La Concorde ao Arc du Trionphe, na Place Charles de Gaulle. Andando em linha reta, até o final, chega-se ao Arc de la Défanse.

Nós fomos flanando pela Avenida, entrando e saindo de lojas , até chegarmos ao Arc du Triomphe, e subimos ao terraço.

Subir ao terraço custa 9 euros. É na base da canela mesmo! Euzinha, descolei direito ao elevador, por causa de Marguerite (minha legendária artrite reumatóide). A vista lá de cima vale a pena. Parece que a gente pode pegar a torre com as mãos.

E lá no alto, la Butte de Montmartre e a Basilique du Sacré Coeur!

E lá no final, l´Arc de la Défanse, na parte mais moderna da cidade. E à direita, La Tour Montparnasse.

No térreo, nossas pegadas. Apesar da tarde ainda clara, já eram quase 9 horas ou mais precisamente, 21 hs.

Jantar em Paris, sentadinho bonitinho, pode sair caro. Já nos supermercados, um refeição toda trabalhada no chiquê francês, sai uma bagatela.  Acredite, é tudo muito barato.  A começar pelos queijos e vinhos nacionais. Caviar?? 2 euros. Chèvre fresco?? 0,80 centimes de euro. Baguete? 0,90.  Macarron (gigante)? 1,50.  Na própria Champs Elysées, entramos na Monoprix (uma megastore que tem absolutamente de tudo, inclusive um supermercado tudo de bom no subsolo), e providenciamos nosso jantar.  Vinho de caixinha( Côte du Rhone)  com torneirnha, baguete, queijos (gruyère, chèvre, camembert e ), geléias, macarrons… (Água na boca enquanto escrevo!!!).

Toda essa extravagância, não chegou a dez euros por pessoa!

Ooh lá lá!

Gente, vou até a cozinha catar um polenguinho! Fazer o quê? O chèvre no mercado aqui perto, custa 28 reais!!!

Até

11
out
10

Os franceses e as greves

O post de hoje, seria sobre Paris. Mas diante das manchetes dos jornais que acompanho e do Twitter explodindo de mensagens, lembrei da expectativa que eu passei às vésperas da minha primeira viagem à Paris,  em Novembro de 2007, logo depois que Sarcozy assumiu (contei aqui ).  Uma greve geral dos transportes havia sido deflagrada dois dias antes da minha chegada e eu já tinha me imaginado acampada no aeroporto Roissy Charles De Gaulle, o CDG.  Em se tratando da França, esse é um risco que a gente sempre corre.  Uma curiosidade: hoje, isso seria, talvez um pouco menos caótico, já que recentemente foram instaladas as Sleep Boxes, no CDG.

São caixas para dormir, em pleno aeroporto.  E se bater uma insônia, tem Wi Fi para uma navegada na internet, televisão …

Uma ótima solução para quem tem um vôo cedíssimo ou para descansar entre conexões.

Mas que atire o primeiro euro quem ia ficar feliz de passar sua primeira noite em Paris, numa cápsula?

Infelizmente,  chegar a  Paris, quando estoura ou durante uma greve com a que está prevista para amanhã, o caos é total e as previsões nada boas.  Para os franceses, greve é quase uma instituição.  E as manifestações e passeatas, um ritual. Durante os dois meses que passei em Paris, volta e meia eu dava de cara com uma galera, cartatazes em punho, reinvidicando alguma coisa e gritando – Tous ensemble! Tous ensemble! (Todos juntos!)

E tudo muito organizado, com a polícia por perto, mas sem interferir.  Os franceses não admitem que se mexa nos direitos adquiridos.

Quando eu perguntava, para Michel ou Vicky (minha vizinha) qual a opinião deles sobre a greve e todos os transtornos que ela trazia, a resposta era sempre a mesma: -Não gosto da greve, mas respeito o direito de fazê-la! E de uma maneira ou de outra, todo mundo acaba se envolvendo.  Os taxistas por exemplo, que aqui no Brasil se esbaldam quando tem alguma paralização, fazendo lotadas, cobrando bandeira 2 ou fazendo o preço que bem entendem, lá, eles se solidarizam e no caso da greve de transportes, também não rodam pois, segundo um deles me respondeu,  se é greve, não tem transporte, n´est ce pas?

Amanhã, então, está prevista uma greve geral. Motivo? O governo quer aumentar em dois anos, a idade mínima para aposentadoria.  Então, todo os setores se mobilizaram. Mesmo. Transportes, portos, cias aéreas,  saúde, hospitais, ensino, creches, escolas e universidades,  correio, combustível, tudo! Greve geral.  O que mais me impressiona, é que, de uma maneira ou de outra, eles lutam pelo que eles acham ser o direito deles, fazem greve, mesmo sem remuneração pelos dias parados.  Mas no que toca ao assunto turismo é o pior dos momentos para aterrissar por lá. Nos sites dos aeroportos, já estão anunciando o cancelamento de vários voos.  O problema mesmo é chegar na cidade. Sem transporte, não dá para sair do aeroporto. Do Charles de Gaulle ao centro de Paris, são 30 Km e de Orly, 15km.  Então vale tentar esse site: Airport Shuttle , onde pode-se reservar um carro ou mini-van e talvez, por ser particular, não seja atingido pela  a greve.  E é  melhor que ficar entalada no aeroporto, sabendo que Paris está logo alí.

10
out
10

semaninha êta lêlê!

Caramba! Uma semana inteirinha e só agora consigo sentar no computer para ver como andam as coisas no meu querido blog.  Hoje estou com a corda toda.  Mas desde domingo das eleições…

primeiro fui surpreendida pelo meu aniversário.  51 aninhos, uma idade meio redonda… Nem deu tempo de respirar e fui a 3 consultas quase consecutivas, tendo sido atacada por dentistas treinados por talibans!  Nocaute total!  Cara de Fofão, gelo e antibióticos.  Mas tudo bem… agora. Quero mesmo é correr com esse tratamento para poder pensar em viagens… Enquanto isso, estou separando as fotos do nosso último destino: Paris!

Pois é.  Estou reviajando até agora… E isso é a maior prova que uma viagem é praticamente um milagre. Alguns dias, ou no meu caso uns dois meses, podem preencher seu ano inteiro, de recordações deliciosas.

03
out
10

Eleições, é o que tem pra hoje!

Não sou de falar de política.  Mas por curiosidade, fui ler o que estão falando de nós lá fora:

Classe C vai decidir eleições no Brasil

segundo a BBC Brasil

Un clown en campagne pour attirer les votes brésiliens

L'amuseur Tiririca, qui brigue un poste de député fédéral dans l'État de Sao Paulo, fait campagne dans les rues de la ville. Son slogan: «Avec moi, ça ne peut pas être pire.»
L’amuseur Tiririca, qui brigue un poste de député fédéral dans l’État de Sao Paulo, fait campagne dans les rues de la ville. Son slogan: «Avec moi, ça ne peut pas être pire.» Crédits photo : HO/AFP

Tradução: Um palhaço em campanha para atrair votos dos  brasileiros   O humorista Tiririca, que pleiteia um posto de deputado federal no Estado de São Paulo, faz campanha nas ruas da cidade. Seu slogan: Comigo, não pode ficar pior.

segundo Le Figaro (França)

“I’m convinced the majority of people want continuity from the government,” Mr Lula told a rally on Friday.

“That’s why I think Dilma will win.”

BBC UK

“El gran reto es saber qué pasará con Brasil en los próximos 10 años”

Clarin Argentina

E para finalizar:

Marcelinho Carioca (jogador de futebol)
Mulher Pêra(dançarina pra não dizer outra coisa)
Tiririca(Comediante)
Alessander Vigna(marido de Mara Maravilha)
Kiko (KLB)
Raul Gil JR(filho de Raul Gil)
Eli Correia Filho( OOOOOOOOOOOOOOOOOOi geeeeeeeeeeeeeeente –‘)
Amiguinho(Oi meu nome é amiguinho, quero ser seu empregado! O.O?)
Mamãe(102 anos)
Samuel silva(A propagando do cara é: samuel silva, samuel silva, samuel silva, samuel silva, samuel silva, samuel silva, , ele passa a parte td dele repetindo o póropio nome aaah vá)
Maurício do avestruz(na propaganda dele ele está encima de um avestruz)
Daluz(ele aparece de cabeça pra baixo e diz:Não é sua TV que está quebrada, quem está quebrada é a bahia)
Emanuel dos aposentados  (O cara lenvanta do caixão e comessa a cantar, não não não aposentado não ta morto não…
Postado por @IrisMirandaa

Então tá!

Té!




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

outubro 2010
S T Q Q S S D
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: