18
nov
10

Paris! Um dia ou um mês, é para sempre

Vista do Arco do Triunfo

Dessa última vez, foi pouco mais que  um dia… E agradeço a insistência de Rafael. Foram horas inesquecíveis… Paris, como ele mesmo diz, tem que estar no meio, no início ou no fim de qualquer viagem à Europa, mesmo que seja por poucas horas  ou com poucos euros no bolso, respirar um pouquinho em Paris, e ainda por cima com amigos, faz a vida mais feliz!

Nesse mapa ( do meu mais querido e fiel guia de bolso) está todo o must see da cidade.  Então um hotelzinho em alguma dessas áreas, já facilita  o mais importante que há para fazer: andar! É andando que a gente absorve os cheiros, sons e visuais de Paris. Então por onde começar? Eu sempre começo do miolo  ou para ser mais poética, pelo coração:

ÎLE DE LA CITÉ E ÎLE ST LOUIS

São ilhas naturais do Rio Sena.

 

Eu vou sempre à Catedral de Notre Dame, agradecer por estar lá mais uma vez uma vez.  É meu milagre particular!

É linda por dentro e por fora. E se puder assista a uma apresentação de um dos coros http://www.musique-sacree-notredamedeparis.fr/spip.php?article14.

O parque que fica atrás da Catedral, além de ser uma delícia para um momento de relax, vale pela ver (na minha opinião) melhor vista dessa construção. É de onde dá para ver os arcos butantes, que caracterizam o estilo gótico (eu adooooro!).

De Notre Dame você pode ir para qualquer direção. Se tiver tempo, uma caminhada pela Île de Saint Louis, mais residencial, onde estão construções de cair o queixo.

Quai d´Orléans

fonte: Wilkimedia

Mas pode também, percorrer ir no sentido contrário, em direção ao Quai de l´Horloge e ver La Conciergerie e o Palais de Justice.

foto de 2008

l27epont

Se for se entregar às compras, a Rue de Rivoli está logo ali. É só seguir a Rue D´Acord, e de quebra passar em frente ao Hôtel de Ville (a prefeitura da cidade).

DSC00409

É uma enorme rua de comércio. Zara, C&A (no inverno, tem um andar enorme inteirinho de casacos e mantôs) H&M, Pomme de Pain (rede de lanchonetes com sanduiches deliciosos), BHV (Bazar Hotel de l´Hôtel de Ville, uma imensa loja de departamentos) e mais uma infinidade de lojas. Ainda pela Rue de Rivoli, você pode andar toda a vida e chegar ao Louvre, ao Jardin de Tuileries e à Place de la Concorde. Se for no sentido contrário, vai chegar à Bastille.

 

DSC00464

foto 2008

 

DSC0046223L

26 PLACE DE LA CONCORDE

Place de la Concorde

Nesta área, ainda estão a Saint Chapelle (imperdível) e a Pont Neuf, que apesar do nome é a ponte mais antiga que cruza o Sena. E é linda!!!

Pont Neuf

Ou seja, começando por Notre Dame, é só escolher o tema e a direção.

Nesse dia glorioso, antes de chegarmos à Notre Dame, passamos a manhã no Jardin de Luxembourg (perto do nosso hotel em Montparnasse).

Ai, ai…. fico feliz, só de escrever e relembrar esse dia mágico. A primavera estava começando a se mostrar, e o jardim estava sendo preparado para ela.  As flores recém plantadas, as árvores recortadas. Parecia um bordado, no início do trabalho.

Se existe uma coisa boa em revisitar uma  cidade como Paris é ser livre para respirar o momento, sem aquela obrigação de ticar todos os pontos turísticos.

E se espalhar na grama, é um luxo desses que a gente pode se dar!Como se fosse absolutamente normal e fizéssemos isso todos os dias por aqui.

 

Depois desse momento sublime, nos embrenhamos pela cidade e caímos na urbanidade.

E depois de Notre Dame, caímos num Bâteau, desses para turista mesmo. Uma delícia!

SAM 2991

Vale a pena??? Claro que vale! Ver as margens do Sena, no Sena é um ângulo lindo e nesse dia de primavera, porque não chegar à Tour Eiffel, de barco? É reinventar o caminho.

SAM 3010

 

E ver a Pont Neuf de outro ângulo.

SAM 3000

 

E chegar de outro jeito lá na torre.

SAM 3015

SAM 3018

Próximo post conto mais!

Até!

Anúncios

5 Responses to “Paris! Um dia ou um mês, é para sempre”


  1. 1 Livi
    18/11/2010 às 12:38 AM

    Querida, que delícia de post. Eu também amo Paris e não esqueço a emoção de pisar lá e andar por lugares com tanta história. Lendo seu post foi como uma segunda viagem a essa cidade das luzes. Simplesmente maravilhosa!
    Obrigado pela força nesse meu momento slow motion. Bjo grande

  2. 4 Gina
    19/11/2010 às 12:57 AM

    Oh! Que vontade de voltar lá! Vc acertou em cheio no titulo do post.Parabéns! Bjs

  3. 19/11/2010 às 3:03 PM

    Querida!´
    Assino embaixo, é isso mesmo!
    Engraçado, embora não seja “religiosa”, todas as vezes que fui, a passagem pela Notre Dame para agradecer a felicidade de estar lá também foi obrigatória! (sorriso).
    Não é à toa que a chamamos de cidade luz… acho que acende uma luz em nosso coração!
    Parabéns pela postagem!
    Fala a nossa alma!
    beijinhos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

%d blogueiros gostam disto: