Arquivo para 25 de dezembro de 2011

25
dez
11

Do Natal ao Boxing Day… do sagrado ao profano, da calma ao caos!

Aproveitando a calma e a internet, que hoje está uma beleza, tento começar a blogar… O problema, é que ainda estamos sem internet! Estamos navegando num oferecimento  da Starbucks. que fica aqui do lado. E pegamos a wifi… Mas às vezes vai, às vezes não. Acho que hoje só eu estou na internet, vou aproveitar!

Hoje, dia 25 de dezembro, o único movimento frenético que vi, foi dos esquilos no Highbury Field… Depois de semanas de corais e canções natalinas, decorações feéricas, muita gente nas ruas e trânsito caótico, é como se uma trégua pairasse por toda a cidade. Ontem, tudo fervilhava. Hoje, dia de Natal, Londres ( e o Reino Unido em geral) para por completo. A começar pelo transporte público. Não há ônibus, nem metrô e como os black cabs (táxis) cobram dobrado, nas ruas só algum poucos carros. Lojas, farmácias, supermercados, lanchonetes? tudo fechado! Com exceção das off licences (lojas que vendem de bebidas a jornais), tudo fica hermeticamente fechado. Mas, amanhã, o mais absoluto caos tem hora para começar.Do sagrado(25/12)  para o mais selvagem consumismo (26/12).

fonte – The Sun

É o Boxing Day. E feriado, aqui no Reino Unido, e em todos os paises do Commonwealth= Austrália, Africa do Sul, Canadá e Nova Zelandia. Há várias teorias para a origem desse dia , mas dizem que começou com a tradição da Idade Média de dar dinheiro às pessoas necessitadas, ou ainda, quando comerciantes colocavam em caixas, algum dinheiro para dar aos trabalhadores, em agradecimento pelo serviços prestados durante o ano. O fato é que essa tradição virou O dia de liquidações indescentes e do povo percorrer todas as lojas atrás de ofertas arrasadoras!

Selfridges (num dia normal)

foto – The Sun

As filas que esperam as lojas abrirem são imensas e se desdobram por mais de um quarteirão. Já presenciei esse fenômeno. É assustador! Algumas lojas são mais organizadas que as outras. Umas infinitamente mais disputadas, como a Zara, Apple, Selfridges, Top Shop.

Calçada da Selfridges (num dia normal)

No fim do dia, na Oxford Street, o chão fica qualhado de resto de lanches, luvas perdidas, sacolas rasgadas.  Mas não deixa de ser uma experiência para quem vem a Londres nessa época e tendo fôlego, vale a pena. E vale a pena ainda, ir nos dias seguintes, pois as liquidações continuam e fica tudo mais calmo.

Anúncios



Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

dezembro 2011
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: