Archive for the 'INGLATERRA' Category



07
jan
12

Salas Vip e a Classe Executiva (primeira parte)

Este post era para sair imediatamente após o vôo, mas quando chegamos, Londres estava especialmente charmosa no outono e eu e minha prima nos entregamos ao mais absoluto prazer de viver! E comtemplar os tapetes e redemoinhos de folhas dos mais loucos tons de castanho, contrastando com o ainda amarelo das árvores…

Hyde Park outono 2011

E depois partimos para Edimburgo, que preparando-se para o Natal estava linda demais! Adoro Edimburgo!

E viajamos para as Highlands… Um espetáculo à parte, um sonho muito especial…

Highlands Escócia outono 2011

Depois Montpellier, no sul da França, uma cidade que amo e onde mora Cristina, minha prima querida e uma artista. Mais uma vez, o casal Haize tirou da cartola um passeio de sonho: St Guilhem le Desert, uma cidade medieval que faz parte do Caminho de Santiago de Compostela  e mais parece cenário de filme…

St Guilhem le desert (Montpellier, outono 2011)

Enfim, foi muita informação em pouco tempo, e agora finalmente vou colocar os posts em dia.

Começando pelo começo… TAM BUSINESS CLASS/CLASSE EXECUTIVA

Há algum tempo eu escrevi um post sobre como era um vôo internacional ( para estreantes). Não leu? Então clique aqui! Ainda é um dos posts mais acessados. E como prometi, aqui vai o post sobre a Classe Executiva, e seus detalhes, digamos, tudo de bom!. Quem é que nunca sonhou com um up grade??? Mas afinal, o qual a grande diferença? Se o ponto e horário de partida e de chegada, são  rigorosomente iguais, o que muda no percurso?  O que “recheia” essa linha reta entre os dois pontos é que muda tudo.

 Antes de viajar, eu queria muito saber como era. E sinceramente encontrei muito pouca coisa, além do que há no próprio site da companhia.

Segundo minha prima, eu, a “Miss Lowcost” da Europa, tinha que passar por essa experiência ( e lógico, contar tudo aqui no blog ).

Para começar, salas VIPs!    Não, não é preciso voar de executiva ou de primeira classe para entrar numa Sala Vip.  Alguns cartões de crédito dão direito a esse mimo, que convenhamos, para quem vai viajar por longas horas, ter um lugar confortável  para pousar, antes de decolar é praticamente uma necessidade . Eu mesma, adquiri um cartão de crédito , escolhido a dedo para poder desfrutar desse conforto. Aproveitamos as duas: Smiles (pelo  cartão  e  Tam pelo vôo).

Sala Vip Smiles

No Terminal 2 (do Galeão), depois que a gente passa pela Policia Federal é um tédio! Depois de passar pelos procedimentos de segurança, colocar tudo na bandeja, Raio X, etc. A única coisa a fazer é esperar seu embarque. No Terminal 2, não tem absolutamente nada para  fazer, além de um DutyFree (bem roscofe, por sinal), não tem mesmo nada, nenhum conforto, e  a única livraria fechou! E até os agentes da PF avisaram que não há como preencher o tempo lá dentro. Logo, uma sala VIP é praticamente um oásis! A sala fica no subsolo, em frente a lanchonete Viena.Viajando na Primeira e Bussines Class da  Tap, United Airlines, Lufthansa, e US Airways,  o acesso é gratuito, e para os clientes  Smiles (Gold e Diamante) também, mesmo que não estejam viajando Gol. Na recepção, a gente mostra o cartão de embarque e o cartão de crédito que dá direito a entrar na sala. E assim que entramos há uma espécie de armário para guardar casacos e malas, e um buffet self service com espumante, wisky e destilados em geral, sucos, refriegerantes, saladinhas, sopas, salgados, docinhos, café e biscoitinhos. “De um tudo”!!! você, vai ao buffet, se serve do que quiser, o quanto quiser e quantas vezes quiser. Simples assim!

Só essa visão já é animadora, se pensarmos nos serviços que o aeroporto oferece (oferece, não é bem a palavra,  qualquer sanduba mal encarado é quase um assalto!!). Além disso a sala é enorme, com uma luz tranquila, nenhum neon, com mesas e cadeiras para saborear os quitutes,  sofás e poltronas  de couro  confortáveis e vários ambientes.

Ah! Banheiros (é logico), TV e acesso à internet.

Mas atenção! nesta sala não tem quadro de embarque, nem aquela voz sensual  dizendo o número do seu vôo, portão de embarque, se está atrasado, se mudou de portão…  O perigo é gostar do ambiente, embarcar no espumante/wisky, se esparramar no sofazão e esquecer o que veio fazer aqui…

Mas para quem tem mania de antecedência (eu!) é o melhor lugar do planeta GIG (aeroporto Tom Jobim) para esperar seu vôo.

Sala Vip Tam

Para entrar, foi só mostrar o cartão de embarque e o passaporte. A sala é, digamos, mais modesta que a Smiles, toda “trabalhada” no vermelho TAM e logo na entrada um piano de calda (?). Nada mais necessário do que um lindo e lustroso piano de calda, numa sala vip,  certo?

Conto mais no próximo post, porquê este está ficando enorme!

Até mais senhores passageiros!

Anúncios
28
dez
11

Enxoval de inverno para viagem à Europa (segunda parte)

O inverno para valer ainda não chegou. Em novembro, quando cheguei, as temperaturas ainda eram de outono, e  fala-se no segundo Natal mais quente em 13 anos.  Em comparação ao ano passado, nessa época, já tinha nevado baldes e em Londres chegou a fazer -9.  Estamos tendo 10, 11, 12 durante o dia. E pela Europa afora, as temperaturas andam positivas, mesmo em Copenhagem e Estocolomo, que esta altura já deveriam estar cobertas de neve. Mas em se tratando de inverno europeu, tudo pode acontecer! E mesmo assim, já é bem friosinho para quem saiu do nosso ensolarado país.

Há várias teorias de como se vestir para o frio: Teoria da cebola, que é aquela das zilhoes de camadas,  teoria do é possivel ser sensual sem passar frio, dos blogs de moda,  teoria da meia-calça O que posso dizer é que é isso tudo misturado, ou nenhuma das anteriores. Sensibilidade ao frio, é muito pessoal! E ¨estilo¨ também!

Pessoalmente, eu adoro frio, mas não gosto de passar ou sentir frio. E acho que a ¨elegância¨ vai até uns cinco graus, sem vento! Abaixo disso… tudo que te mantém aquecido é bem vindo. Mais uma vez, só posso falar da minha experiência pessoal. Já cheguei por aqui em vários estágios do inverno, e com viagens planejadas para lugares muito frios, no auge do inverno. Chegando em novembro, dezembro… é uma beleza! Tem casaco de todos os tipos, tecidos, cortes e principalmente, de todos os tamanhos! Então a gente pode escolher com calma,  mesmo sabendo que vão ficar mais baratos depois. Já depois do Natal, a coisa toda fica mais barata, mas pode ser que você não encontre o que quer, no seu tamanho. E como a indústria da moda é canibal, já estão mandando e-mail anunciando a coleção primavera-verão. No final de janeiro, e em fevereiro, a gente tirita de frio, mas tem que procurar e encontra íntens de inverno, principalmente casacos, nos canto das lojas, nas araras em sale. 

Basicamente, há tres tipos de casaco:

Tipo mantô, que pode ser de lã pura (bem mais caros) ou de uma mistura de lã com poliester (a grande maioria). Pode ser curto, na altura dos joelhos ou longo. Com gola alta, transpassado, com pele falsa… São, na minha humilde opinião, os mais elegantes, e tenho usado um desses (sem salto agulha, certo?) para essas temperaturas entre 6 e 12 graus, onde a teoria das camadas funciona bem, desde que sejam as  camadas certas, finas, tipo uma térmica e uma de lã merino. O importante é que tenham bolsos par a esquentar as mãos. O problema é exatamente quando a temperatura cai e o vento gelado entra em ação e literalmente adentra o seu ser! Ou seja, esse casaco não veda, e deixa o vento, o sereno, a neve etc, estragar todo o aconhchego. E acredite, o vento entra pelas mangas, pelo decote, por todos os lados!

Casaco de Pele (falsa, graças a Deus!) são na realidade uma mistura de acrilico e poliester e são bem quentinhos, e um pouco mais ¨vedantes¨. E como único casaco, pode ficar meio enjoativo,,,

Tipo Padded, Filled ou Down coat, que eu chamo de edredon particular, e no frio mesmo é o meu eleito! Agradeci aos céus, quando encontrei esse, no meu tamanho, certinho, quentinho, esperando o frio chegar! Há os de recheio de manta acrílica, de penas (que às vezes saem pelas costuras), e os de down , que são a plumagem dos gansos, aquela fininha antes das penas. Alguém já viu ganso nadando lindo num lago gelado?( é por isso, ele tá lá quentinho!!!)  Há de cores e materiais diferentes, mais curtos, até o joelho e compridos (proteção total) e de todos os preços também (os da Moncler são caréeeeeerrimos!) O mais  importante é que esse  tipo de casaco, forma um casulo e não deixa o calor do corpo sair nem o frio entrar. Como é impermeável,  vento, sereno, chuva ou neve, ficam literalmente longe de você. As mangas são agarradas no punho, e não deixam mesmo o vento passar. Ok… não é a coisa mais elegante, mas nesses momentos de friaca e vento ou nevasca e chuva, tudo que você vai querer é um cocoon à sua volta. E aí, nem precisa de mais de uma camada. Uma blusa, um fleece por dentro e pronto. O que é um alívio, pois quando a gente entra num lugar aquecido, é só tirar um casaco e pronto! Então para o auge do inverno, é ele! Não é à toa que todo mundo por aqui tem um.

E onde encontrar? Em quase todas as lojas,  a gente encontra os casacos e os acessórios também. Que apesar de acessórios, são, como disse o Guilherme nos comentários, imprescindíveis!! Gorro, luvas, cachecol e meias! E eu às vezes apelo para um ¨esquentador de orelhas¨, os earsmuffs. O vento nos ouvidos pode fazer até os seus neurônios pedirem ajuda!

Leopard Faux Fur Earmuff

Pois é exatamente pelas extremidades que se perde muito calor. De nada adianta um casacão se as mãos congelarem, pois o corpo todo gela junto.

Hot Water Bottle Hand Warmer Heat Pad

Além disso, existem os hand warmers, que são saquinhos de papel, com uma mistura dentro que aquecem ao serem abertos. A gente coloca no bolso, enfia as mãozinhas e voilà! E tem também as mini bolsas térmicas, reutilizáveis e fazem a mesma coisa.

Mas o que eu mais amei, foi o que ganhei no Natal da minha filhota antenadíssima: luvas touch screen!!! para quem como eu sente muito frio nas mãos, mas não vive mais sem um smartphone (ou tablet) para tudo, principalmente para procurar as paradas de ônibus, mapas etc no meio da rua, tcharam!!! As touch gloves, tem uns fiapos de nylon na ponta dos polegares e dos indicadores, e funcionam mesmo!  O máximo! Tem na Amazom, mas já já, deve estar em tudo que é canto.

TECH TOUCH GLOVES WITH SILVER COATED NYLON FIBRE TIPS - BLACK - IPHONE 4/4S - GALAXY S2 - HTC SENSATION AND ALL SMARTPHONES WITH TOUCHSCREENS PART OF THE QUBITS ACCESSORIES RANGE

Breve listinha dos ondes para quem está com pressa…

Londres:

Regent e Oxford Street (não conheço ninguém que venha a Londres e não passe por essas ruas, onde estão todas as lojas: Esprit, Mango, Top Shop, H&M, Next, New Look, Marks & Spencer, French Connection, Gap, Zara…  e outras tantas griffadas.

Westfield Shopping

tem dois: Shepherd’s Bush

Central Line: Shepherd’s Bush and White City
Hammersmith & City: Wood Lane and Shepherd’s Bush Market

e Stratford  (achei esse último, bem simpático e ainda dá para dar uma passeada no Overground, que é um metrô por cima)

E as roupas térmicas? Bom, tem na Mountain Warehouse (tem uma em Picadilly Circus, que todo turista tem que conhecer e tirar uma fotos dos luminosos). Essa loja vende roupa para quem vai para as montanhas, esqui, essas coisas. Está sempre em promoção. Tem tops de fleece (aquele tecido leve, fino e quentinho), roupas thermal (a primeira camada obrigatória). Há também a Rock & Snow, a Cotswolds …

Mas se quiser resolver todos os seus problemas de frio, vá direto em uma loja da Uniqlo. As roupas cumprem o que a embalagem promete, tanto as roupas térmicas (underwear – são fininhas e além de manter o calor não fazem a gente suar quando entra numa loja/restaurante, etc super aquecido) , quanto os casacos e jaquetas ultra light. Também na Regent e Oxford Street (em Paris também).

Em Paris:

Faz tempo que ¨não vou às compras¨ em Paris, mas na Rue de Rivoli, tem todas as lojas também e na C&A tem um andar inteirinho só de casacos!

Em Madri:

É um shopping a céu aberto! E as rebajas (liquidações) são mesmo de arrasar. A região de Salamanca, a Gran Via… E o shopping La Gavia , que vale uma visita. Dá para encontrar de tudo e ainda se arrepender de não ter levado uma mala enoooorme!

Em Barcelona:

Bem na Plaça de Catalunya, há um shopping bem legal, mas nas ruinhas do Bairri Gotic, estão as lojas mais descoladas. Isso sem falar na elegantérrima Passeig de Grácia… No El Corte Inglés…

O importante messssssssssssmo, é não sentir e não deixar o  frio  estragar um dos melhores momentos da vida! VIAJAR!!!!

PS: Aos que pediram ajuda, espero ter contribuído. Mas cá entre nós eu sou muito melhor na malinha, com pouca roupa!

Até!!

26
dez
11

Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.

Enxoval de inverno para vir a Europa. Fazer ou não fazer? Eis a questão!

Fachada da Selfridges 22/12

PRIMEIRA PARTE: CONSIDERAÇÕES GERAIS E PESSOAIS

Já falei nesse assunto várias vezes, mas até ser encontrado no meio de tags e categorias, não custa reeditar, se pode desconplicar, né???  Nessa época quem mora no Brasil e está de viagem marcada para cá, tem sempre uma preocupação: o frio. Seja por email ou nos comentários, tem sempre alguém pedindo ajuda, opinião. Mais recentemente foi o Bruno, a Raquel e agora a Marta. E nos termos de procura, além da mala,  o que colocar dentro dela, está entre os primeiros.  Sei bem como é essa ansiedade. Minha primeira temporada em Paris, de dois meses, começou em novembro, junto com a queda das temperaturas.

Amsterdam 2007

E foi  também meu primeiro encontro com o inverno europeu.  Passei 6 meses planejando a viagem, que se desdobraria até Amsterdam e depois Londres. Nesses 6 meses, fiz mentalmente vários looks… com as roupas que durante o  inverno consegui comprar no Brasil, incluindo umas viagens a Campos do Jordão, onde teoricamente tem roupa adequada a um inverno mais rigoroso. Pois os únicos ítens que realmente foram úteis, durante os dois mêses, foram as roupas térmicas. Os suéteres grossos, as luvas de tricô, calças de veludo, etc ficaram encostados.

Acabei comprando absolutamente tudo de novo, muito mais barato, conforme o frio ia apertando, e os preços iam caindo.  Isso sem falar no fato que foi quando desenvolvi a teoria da malinha: menos é sempre mais, quando a gente vai viajar por muitos lugares. Estou longe de ser fashion victim, e sinceramente, na realidade real, durante uma viagem, geralmente corrida, e principalmente no auge do inverno, acho meio ficção essa coisa do look do dia, make da tarde, fui assim, depois assim, lá lá lá etc. A não ser que o objetivo seja posar e postar, em vez de conhecer os lugares. Na prática tem que ser tudo prático e bem objetivo mesmo. No inverno os dias são muito curtos, anoitece antes das 4 da tarde e se a gente fica pensando na produção, perde mentade da manhã, e consequentemente metade do dia.  Então, pule esse post se você for ultra fashion, apaixonado/a por griffes,  não repete um look sequer,  etc.

Então? Devo comprar tudo que preciso para enfrentar o  inverno Europeu  no Brasil? Minha resposta é: não. Além de difícil é muito caro. Mas deve chegar aqui com pelo menos um conjunto de roupas para uma temperatura que pode variar muito, de 12, 13 graus, até temperaturas negativas.

Austria 2009

Assim, você terá conforto e calma para achar o que precisa, sem congelar, ou comprar o primeiro casaco que vir pela frente. E lógico, tudo depende de quão friorento/a você for. Então ainda no Brasil, providencie essa muda de roupa para chegar.  Listinha?

Casaco sim! tente encontrar um casaco ainda no Brasil! Não dá para procurar roupa, tremendo de frio e morrendo de pressa, apesar de todas as lojas serem aquecidas (umas aquecidas até demais!).  Sei que na maior parte do Brasil isso agora é uma artigo improvável, mas na internet a gente encontra.

Roupas térmicas à venda nas lojas especializadas de esportes ou nas lojas especializadas de inverno. São caras, mas acredite, você vai usar muito. Compre o conjunto completo. Será sua segunda pele. (Dá para lavar no banho e ela seca durante a noite em cima de um aquecedor).

Calça com a calça térmica por baixo, qualquer calça jeans segura a onda.

Camada do meio é o que vai entre o casaco e a roupa térmica. Nas lojas de esporte, tente encontrar uma de fleece, um tecido leve, mas que esquenta muito, sem muito volume.

Botas o truque é comprar uma bota uns dois tamanhos maior que o seu. Assim você pode colocar uma palmilha isolante (e bem fofinha e confortável!) e uma meia grossa ou duas meias, sem espremer seus pés, que serão exustivamente exigidos durante a viagem.

Meias as meias térmicas nacionais não tem o mesmo <efeito> que as roupas. meias grossas são mais eficientes e mais baratas. Deixe para comprar por aqui as meias thermal.

Luvas para mim são da máxima importância. Minhas mãos congelam com a maior facilidade e começam a doer! Mas traga uma comunzinha, que quebre o galho, pois por aqui, há de todos os tecidos, formas e expessuras em qualquer loja ou  barraquinha de rua, e lágico muito mais barato.

Cable Knit Lan GlovesCachecol outro ítem indispensável pois é ele que impede que o frio/vento adentre o seu ser e estrague todo o esforço para se manter aquecido. Aqui, tem uma variedade infinita de materiais, tecidos, tricôs e infinitamente mais baratos também. Eu prefiro as pashiminas que são mais finas, esquentam muito e não soltam tantos felpinhos .

Product DetailsGorro quem morre de frio na cabeça, tem que trazer um. Mas aqui, a variedade é tão grande que periga é fazer uma coleção.

Cable and Bobble Hat with Pom Pom

No próximo post, o quê comprar por aqui e alguns ondes também!

25
dez
11

Do Natal ao Boxing Day… do sagrado ao profano, da calma ao caos!

Aproveitando a calma e a internet, que hoje está uma beleza, tento começar a blogar… O problema, é que ainda estamos sem internet! Estamos navegando num oferecimento  da Starbucks. que fica aqui do lado. E pegamos a wifi… Mas às vezes vai, às vezes não. Acho que hoje só eu estou na internet, vou aproveitar!

Hoje, dia 25 de dezembro, o único movimento frenético que vi, foi dos esquilos no Highbury Field… Depois de semanas de corais e canções natalinas, decorações feéricas, muita gente nas ruas e trânsito caótico, é como se uma trégua pairasse por toda a cidade. Ontem, tudo fervilhava. Hoje, dia de Natal, Londres ( e o Reino Unido em geral) para por completo. A começar pelo transporte público. Não há ônibus, nem metrô e como os black cabs (táxis) cobram dobrado, nas ruas só algum poucos carros. Lojas, farmácias, supermercados, lanchonetes? tudo fechado! Com exceção das off licences (lojas que vendem de bebidas a jornais), tudo fica hermeticamente fechado. Mas, amanhã, o mais absoluto caos tem hora para começar.Do sagrado(25/12)  para o mais selvagem consumismo (26/12).

fonte – The Sun

É o Boxing Day. E feriado, aqui no Reino Unido, e em todos os paises do Commonwealth= Austrália, Africa do Sul, Canadá e Nova Zelandia. Há várias teorias para a origem desse dia , mas dizem que começou com a tradição da Idade Média de dar dinheiro às pessoas necessitadas, ou ainda, quando comerciantes colocavam em caixas, algum dinheiro para dar aos trabalhadores, em agradecimento pelo serviços prestados durante o ano. O fato é que essa tradição virou O dia de liquidações indescentes e do povo percorrer todas as lojas atrás de ofertas arrasadoras!

Selfridges (num dia normal)

foto – The Sun

As filas que esperam as lojas abrirem são imensas e se desdobram por mais de um quarteirão. Já presenciei esse fenômeno. É assustador! Algumas lojas são mais organizadas que as outras. Umas infinitamente mais disputadas, como a Zara, Apple, Selfridges, Top Shop.

Calçada da Selfridges (num dia normal)

No fim do dia, na Oxford Street, o chão fica qualhado de resto de lanches, luvas perdidas, sacolas rasgadas.  Mas não deixa de ser uma experiência para quem vem a Londres nessa época e tendo fôlego, vale a pena. E vale a pena ainda, ir nos dias seguintes, pois as liquidações continuam e fica tudo mais calmo.

20
dez
11

Ops! Já é quase Natal!!! Happy Christmas!

Nossa, já é semana do Natal!!! Depois do sumiço, estou  de volta ao mundo normal (?), virtual, etc. Não, não fui abduzida por nenhum duende extraterrestre!  Foi trabalho braçal mesmo. Arrumação braba, daquelas que só uma mudança faz a gente realizar.  E ainda falta uma coisinha aqui outra ali. Ou seja, depois que minha prima foi embora, ainda não fiz nada assim tão interessante, turisticamente falando. Até porque morar é bem diferente de visitar. Mesmo assim, não há como não ser  contaminada pelo Natal, que por aqui é massivo, levado às últimas consequências, como se não houvesse amanhã.

Não há uma só loja, farmácia, supermercado em que não haja música de natal  tocando. Em frente a vários estabelecimentos e estações de metrô, mercados etc, sêres fantasiados (às vezes de bichinhos fofinhos), seguram um baldinho vermelho, cantam músicas e abordam os transeuntes para pedir donativos. Mas o mais surpreendente são as liquidações, as sales que hoje, em algumas lojas já estava nos 60%!!! Mas todas as lojas  tinham pelo menos uma seção com descontos pra lá de vantajosos, principalmente nos ítens de inverno. Imaginem no Boxing Day, no dia 26, onde a tradição é partir para as compras, e os descontos chegam a 90%!

 Regent Street

Então, vou ficando por aqui. Amanhã conto mais, té lá”

09
dez
11

Notícias daqui de Londres

Highbury Fields (aqui perto de casa).

Esse parque fica aqui nos arredores… Ainda não é sobre a Escócia, Highlands e Montpellier esse post. Eu sei que já fui mais falante (blogueiramente falando), mas realmente esse momento de mudança/arrumação/fim-de-ano/filhos com trabalhos escalpelantes da faculdade, formaram uma combinação alucinanante! E estou totalmente convencida que papel, livros e roupas se reproduzem. A gente deixa dois deles juntos e quando volta, tem 6!  E todo dia tem assunto para resolver, coisinha para comprar. Isso sem falar em internet, que ainda não instalamos, e por ai vai.

Union Chapel *aqui perto…

O bairro é uma delícia, mais para residencial mas com uma High Street movimentadíssima, há exatos 30 passos de nossa porta.

Isso sem falar que … é Natal! A cidade inteira respira Natal. E por enquanto está só respirando mesmo, pois os jornais estão berrando aos 4 ventos que esse será o pior Natal em 30 anos no que diz respeito ao comércio. Mesmo que a decoração seja a coisa mais linda!!!

Tenho entrado em algumas lojas, e tenho visto cenas inimagináveis, principalmente nos caixas – algumas lojas famosas e sempre cheias como a PC World com uma única caixa  funcionando e o funcionário se dando ao luxo de ler uma resvista, enquanto espera algum cliente ir pagar… Hoje dei uma corrida em lojas normalmente apinhadas, só para comprar uma meia calça, e a cena se repetiu…  um único caixa, preenchendo um relatório. É lógico que a Oxford Street está apinhada, principalmente nos fins de semana, pois fecharam o trânsito. Mas pra valer mesmo é window shopping… O povo se acaba de ver vitrine e comprar mesmo…

E para melhorar a situação… depois da atuação de hoje do David Cameron, a União Européia vai fazer é muita cara feia para o Reino Unido.

O frio começou e hoje a madrugada deve ser gelada. Eu adoro!!! Já estava com saudades. E é o que deu pra hoje… Amanhã começa tudo de novo. Vou tentar uma folga para ir a Trafalgar Square ver os corais de Natal…

Atualizando! maior confusão em Trafalgar Square… Protestos contra a reeleição do presidente do Congo. Aqui é assim, acontece no mundo e as pessoas protestam aqui!

até!

02
dez
11

Da farra à labuta

image

Minha primoca já está de volta ao Brasil e depois de quinze dias do mais puro prazer de viver…

Mudança, caixas, montanhas de livros (o Dani é praticamente uma traça), e roupas para organizar. Casa nova! E mesmo cercada de tablets, note e smarts, está faltando é tempo para descrever os últimos quinze dias.
Mas prometo reviajar em detalhes, assim que conseguir andar pela sala, que até lareira tem!

See you!




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

julho 2019
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: