Archive for the 'SEI LÁ…' Category

03
mar
12

Firenze

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Ontem acordei como se tivesse participado de uma maratona. E foi mesmo!
Cafe da manha em Veneza

image

Lanchinho em Padova,

image

e bom… Mais um trem, e prego! Estou em Firenze! Completa e irremediavelmente surtada!

image

Estado de euforia + catatonia+ batimentos cardiacos acelerados. Algum diagnóstico?

image

E tem tanto para contar, mas digitar com um dedinho só é para iniciados…

image

E como eu ainda estou em total estado contemplativo, meu dicionário de interjeicões é totalmente insuficiente.
Firenze!  Ainda nao encontrei um adjetivo!

image

Prego!

Anúncios
18
abr
11

Londres – Rio, a reentrada

Depois de quase quatro meses, muito vôos e aeroportos, alguns trens, ônibus, vaporetos e metrôs,  cá estou eu, em meio ao difícil regresso e consequente readaptação ao território nacional.  Os vôos de volta foram tranquilos*, com um asterisco.   *Minhas malas sumiram!!!!!. Para ser mais exata, nem embarcaram no vôo comigo! meu vôo Londres – Rio, pela Air France é sempre desdobrado em dois vôos. Londres (Heathrow) – Paris (Charles de Gaulle) e de Paris para o Rio.  Em Londres a funcionária do check in resolveu me batizar de novo e registrou as bagagens com outro nome. A mulher não embarcou e então retiraram minhas malas do vôo, em Londres! E eu só fui perceber que o recibo da bagagem tinha outro nome quando cheguei a Paris! Falei com a moça do check in em Paris, que me indicou outro guichê, cuaja a atendente me reconduziu a outro, e me deixou reentrar no desembarque, para procurar o serviço de bagagem da Air France. Coisa simples, considerando o tamanho do aeroporto! Concluindo, me deram um dossiê, cujo numero é inválido quando digitado no site, e até agora, eu não tenho nem pista de onde está tudo que é meu!!!!! Por tudo, leia-se tudo, tudo mesmo, mesmo. Por que eu despachei? Porque Marguerite (minha artrite reumatóide) que se comporta muito bem quando viajo, se revoltou (provavelmente porque eu estava voltando) e resolveu aparecer às vésperas da viagem de volta. Meu ombro começou a doer muito e  para não carregar peso, despachei o que NUNCA se deve despachar! Carregadores de celular, das câmeras, gêneros de primeira necessidade,  remédios (inclusive e principalmente para artrite) cartões de memória com todas as fotos!!!! e do netbook também, enfim, tudo o que você tem que levar com você. Ai que ódio!!!! eu nunca despacho essas coisas. E nunca tive problemas com malas!!!

Enfim…. só passa por isso, quem viaja!

Back home experience…

1- Às 5 58 horas da manhã, desembarquei no Galeão! Alguém no check in da Air France? No bureau de informações? Nem no da Air France, nem em nenhuma das Cias Aéreas!!!!  O aeroporto inteiro às moscas! Até a funcionária da Alfândega, parecia estar com o travesseiro embaixo do guichê. Eu poderia ter trazido  a Tour Eiffel que ela nem ia notar!  A esse hora da manhã, se você tiver algum problema, alguma dúvida, chore!!!

2- Alguém viu o outono por aí? O bafo característico do Rio nos saldou, em pleno abril, antes mesmo de sair do saguão. A porta automática se abriu  e senti o calor subindo até as têmporas e imediatamente comecei a suar. Muito!

3- Munida do meu chip da Tim (o qual ingênuamente tinha carregado com muitos reais de crédito, mesmo nunca tendo um unico minuto de roaming internacional), tentei ligar para o táxi (uma companhia que cobra muito menos que os táxis do aeroporto).

Voz da TIM

-Seus créditos  expiraram. Você não tem saldo suficiente para efetuar essa chamada.

Voz interior

– Que m! A TIM me roubou de novo!!!

Tentei recarregar com cartão de crédito e descobri que tudo o que já tinha feito no passado (cadastrar meu número TIM, ir até um caixa eletrônico, enviar fotos da família, certidões, tudo em 3 vias carimbadas e com firma reconhecida, etc, etc) também tinha expirado junto com os créditos!!!!  Eu e meu número não existíamos mais!!! tres meses fora e você evapora! Como alguém precisando chamar um táxi pode ir até um caixa eletrônico para cadastrar um número de celular???! Quando o aeroporto finalmente acordou, Carol achou uma livraria que vendia créditos (só com dinheiro vivo, pulando e  saltitante!) e com dimdim, meu número milagrosamente ressucitou!

Mensagem da Tim

Parabéns! Você acaba de cadastrar seu Tim chip!   -&$$O!W?W??

Segunda mensagem da Tim

No portal de voz da Tim a azaração rola solta! Aproveite e saiba o seu horóscopo! Só 0,69 /min!

Ai que ódio!!!!

Enquanto esperávamos o táxi, do lado de fora do aeroporto, o sol implacável, me fez lembrar que eu moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza, mas que beleza! e que calor! em alguns minutos eu já estava com toda a roupa grudada no corpo!  e a franginha repartida em pingos! meu humor estava a um passo da mais tenebrosa das DPVs!

Chegando em casa, numa das 34560 mil correspondências inúteis, me informaram que  minha conta bancária também está inativa por mais 90 dias e que preciso urgentemente confabular com meu gerente (que sabia que eu ficar fora esse tempo todo!).

Compras de sobrevivência…

Embuída de toda a coragem que tenho em meu ser, fui ao supermercado da esquina, com uma nota de 50.  Mas me deparei com um trem fantasma! Em cada corredor, o pânico aumentava! A inflação destrambelhada voltou??? O que aconteceu???  Quem sou eu??? quem é Dilma? Onde ela está?  Onde estou??? pão de forma 5,99??? E o Nescafé? É isso mesmo?! ai meu Deus!!!!  O que aconteceu??? Quando está a passagem de volta???

Ok.  Acho que preciso de um tempo…  Devia ter lido o horóscopo da Tim!

11
jul
10

em pé e de mala nova

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Esses dias, andei vendo as fotos da viagem e realizei que tenho muito o que falar sobre cada uma das cidades, e estou preparando um post com bastante informação sobre cada uma delas. Por hoje, algumas novidades no mundo, sempre surpreendente, das companhias low cost.  A primeira, seria uma piada, se não tivesse sido noticiada pela BBC, e eu mesma li, que uma pesquisa estava sendo feita entre os consumidores, quando eu estava  em Londres.

É isso mesmo. A próxima da Ryanair é a venda de passagens aéreas………….. em  pé!

A irlandesa Ryanair, que recentemente gerou polêmica ao anunciar que pretendia cobrar 1 libra (cerca de R$ 2,70) pelo uso dos banheiros a bordo dos aviões, afirmou que pretende oferecer as passagens para viagens em pé justamente com os recursos arrecadados na utilização dos sanitários.

O plano é remover as últimas dez fileiras de assentos dos 250 aviões da companhia e substitui-los por 15 fileiras de assentos verticais. Dois banheiros da parte de trás também poderiam ser removidos.

De acordo com o presidente-executivo da Ryanair, Michael O’Leary, testes para avaliar a segurança dos assentos verticais serão realizados no ano que vem.

As mudanças ajudariam a incluir entre 40 e 50 passageiros a mais em cada voo.

Os passageiros continuariam usando cintos de segurança, que passariam por cima do ombro, assim como os utilizados atualmente pela tripulação durante os voos.

Pode?

Eu me lembro dessa pesquisa, enquanto eu estava em Londres.  Você voaria em pé para pagar menos num vôo curto?

E a resposta foi sim! A maoria respondeu que viajaria em pé para economizar.

A questão, é que a companhia é mesmo irreverente e inovadora. E se a gente pensar que alguns vôos, duram 1 hora,  mais ou menos, entre algumas cidades da Europa… O fato é que a Ryanair foi reduzindo cada vez mais, tudo que representa gasto para a empresa e aumentando tudo o que pode resultar em dinheiro extra, tendo sempre como chamariz o valor irrisório das passagens, principalmente se compradas na vigência das promoções.

Para os brasileiros, acostumados a enormes engarrafamentos, e a horas  entuchados dentro de um ônibus, tentando se equilibrar…  Viajar em pé, dentro de um avião é pinto.

Outra novidade, desta vez anunciada no próprio site da companhia, é uma coisa que eu já tinha antenado, e imaginado (com cérebro de camelô) que poderia ser um ótimo produto.  A MALINHA RYANAIR!


Aspire V83

THE APPROVED RYANAIR CABIN BAG

  • Ryanair maximum cabin bag size 55cm x 40cm x 20cm
  • Ryanair maximum cabin bag weight 10 kilos (22 lbs)
  • Case has a functional interior, with elasticated cross ribbons
  • Locakable zip sliders
  • Document/Passport pocket
  • Padded top carry handle for extra comfort
  • Luggage tag for personalization
  • Made from 900 x 600 denier durable polyester

Uma parceria com a Sansonite.

Cria- se a necessidade, e depois o produto para suprir a demanda. Ou seja, agora que existe uma mala oficial, cada centímetro extra na sua bagagem de mão, pode custar muito caro, na hora de passar no portão de embarque. Quanto mais gente for barrada por causa da mala, e tiver que pagar extra charge, mais gente vai querer comprar a mala com as cores da companhia, para ter certeza que não vai haver problema. De quebra, vai fazendo propaganda da companhia, enquanto leva sua malinha para viajar.   Custa 69 libras ou euros, e só se pode adquirir a belezura, durante o booking de um vôo, no site da companhia, com entrega gratuita na Europa.

Já a EasyJet, está turbinando o Easybus, com promoções. O Easybus, é um transporte low cost (de baixo custo) que liga (por enquanto) Central London aos aeroportos Luton, Stansted e Gatwick e vice-versa a partir de 2 libras , e só pode ser reservado on line. Existem ônibus e microònibus. As restrições de bagagem, são as mesmas das companhias, ou seja, você tem que ser capaz de carregar suas próprias malas, e se tiver algo a mais, tem que reservar um assento extra para acomodar esse volume dentro do próprio ônibus. Eu utilizei esse serviço e gostei. Mesmo que seu vôo atrase, e você perca o horário do seu  ônibus, tendo o tícket em mãos, você pode pegar o próximo.

Eu sei que muita gente torce o nariz para as cias low cost. Mas a verdade, é que você tem que conhecer as regras. Antes de reservar seu vôo, ler atentamente os termos e condições e na hora da viagem, seguir à risca, tudo que está previamente acordado. O fato é que essas companhias, permitem um fluxo de turistas e todos os serviços que dele derivam, muito valioso na Europa.Praticamente todos os vôos que fiz estavam lotados. Fico imaginando uma companhia assim aqui no Brasil, o quanto o turismo interno seria incrementado. Já imaginaram passagens a 10 ou 20 reais, ônibus que ligassem os aeroportos ( que fossem construidos, para essa finalidade) às cidades!!! Passar um fim de semana em Salvador e outro em Gramado?

O guru Riq Freire,  em transmissão pela Band FM, falou sobre como deveríamos nos preparar para a enorme invasão de turistas que virão para a Copa e Olimpíadas. Seremos os anfitriões e quem sabe alguém por aqui, não tem essa ousadia de cobrar pelo café e pelo sanduíche durante o vôo, mas te leve de norte a sul, por um preço pagável. E todo o resto seria consequência de um gigantesco ir e vir de turistas.

29
mar
10

malão, mochila ou malinha??? de olho nas low cost!

Esse assunto não é novo aqui no blog, afinal a tal malinha, é praticamente uma regra em todas as minhas viagens. Seja para dois dias ou dois meses, minha pequena notável é a escolhida.

Exemplo de uma mala “média” e de uma mala de bordo.

Já falei sobre as inúmeras vantagens de se viajar com uma mala pequena (dessas que vão com a gente na cabine do avião). É a diferença entre a liberdade e a limitação. Uma coisa é ir para um só destino, quando você vai para uma cidade e vai ficar “sediado” num determinado hotel e depois vai voltar para casa. Outra coisa é viajar para vários lugares, se deslocando muito e economizando nos detalhes. A diferença de uma simples  passagem de ônibus para uma corrida de táxi, pode significar mais um dia de hotel, mais um passeio, mais um ingresso ou refeição.

Aprendi isso na prática na primeira viagem à Europa.  Minha mala nem era uma aberração, afinal eu iria ficar dois meses em Paris, em pleno inverno e uma mala média, me pareceu mais do que normal.  Mas nesses dois meses eu iria à outros lugares na Holanda e Inglaterra. Nessa hora, eu constatei! Menos é mais!!!!  Essa mala média, foi um estorvo na chegada a Londres por exemplo. Imagine-se subindo e descendo escadas de metrô, com 20 quilos!!! Ou correndo nas plataformas das estações de trem!!! Ou ainda, entrando num ônibus urbano, normalmente lotado…Isso sem falar no prejuízo que uma mala representa nas companhias low cost. A sua passagem pode chegar a custar míseras 5 libras mas a da mala, se você quiser despachar pode chegar a 10, 20 ou 30!!!! Então, dependendo do seu estilo, vai de malinha ou  mochila. Essa última é pratica ao subir e descer escadas, mas é cansativa ao transpor os looooongos percursos dos aeroportos e estações.  No trem, a mochila tem a vantagem de ficar com você. Já a malinha, em alguns trens como o Eurostar e Thalys,  fica num compartimento no próprio  vagão,  mas longe de você, junto e misturada com todas as outras… Além disso, é você que tem que subir e desce sua bagagem do vagão. E se alguém pegar, digamos, por engano??? Levar uma correntinha para “atracar” sua malinha, pode ser uma boa idéia. Já nos trens da Áustria, a bagagem fica em um compartimento acima dos bancos, ou seja, é você que ergue o peso lá para cima.

Ryanair Cada passageiro (excluindo bebés) pode transportar um objecto de bagagem de mão a bordo (gratuitamente). Apenas é permitido um objecto de bagagem de mão por passageiro (excluindo bebés). As bolsas, pastas, computadores portáteis, compras em lojas, máquinas fotográficas, etc. têm de ser transportados consigo dentro da sua bagagem de mão permitida. Esta não deve pesar mais do que 10 kg, não devendo igualmente exceder as dimensões máximas de 55 cm x 40 cm x 20 cm. Devido a restrições de segurança, determinados artigos não podem ser transportados na bagagem de mão. Para segurança e comodidade de todos os passageiros, a bagagem de mão deve caber por baixo da cadeira ou no compartimento superior. Reservamo-nos o direito de cancelar a sua reserva sem direito a reembolso e negar-lhe o embarque se chegar ao portão de embarque com mais do que uma bagagem de mão ou se esse item exceder as dimensões máximas.

Easyjet –i nformamos o regulamento de bagagem de mão da easyJet especifica que os passageiros podem levar para bordouma peça de bagagem de mão. Apesar de em alguns aeroportos do Reino Unido as restrições terem diminuído, a easyJet não pondera alterar a sua política sobre a bagagem de mão enquanto as regras e os procedimentos na maioria dos aeroportos do Reino Unido não se tornarem mais claros e consistentes.
Os passageiros podem transportar uma peça normal de bagagem de mão limitada às medidas 55x40x20 cm não existindo, dentro de limites razoáveis, restrições de peso, ou seja, o passageiro deve conseguir colocar, em segurança e sem ajuda, a peça de bagagem no cacifo.

Nos ônibus, vai depender do tamanho da mochila/malinha. Existem compartimentos acima dos bancos, mas se sua mochila for muito gorda, não entra e também não é boa idéia colocar entre você e o banco da frente. Os ônibus europeus não são parecidos com os daqui, é meio apertado mesmo.  Eu particularmente, prefiro a malinha. Já fiquei 6 horas entre o check out do hotel e a hora do ônibus, andando pela cidade (York, em UK), entrando e saindo de lojas, Starbucks, batendo perna mesmo… se estivesse com uma mochila nas costas, não ia rolar!!! No entanto, eu sempre levo ou uma bolsa de nylon, dessas que ficam dobradinhas dentro da bolsa. Ou um saco tipo mochila para coisas intermediárias que não cabem na bolsa, mas que precisam ficar à mão e não na mala.

Dá só uma olhada na reportagem do thelegrafh. co.uk:

Passengers may have to load their own bags onto the Ryanair Flights.

Hahahaha!!! isso quer dizer, que se você quiser que sua mala seja despachada, você mesmo que vai colocar a mala dentro do compartimento de carga!!! Segundo a reportagem, estão cogitando a cobrança de 1 pound para usar o banheiro durante o vôo. Ah!! O saquinho (aquele, para quando dá aquele argh) também pode custar 1 pound. Ou seja, nesses vôos, tudo que não for o assento, será cobrado. Em breve, teremos que pagar para respirar.

Low cost é assim  mesmo. Para cobrar bem barato por uma passagem, o negócio é cortar todos os custos com empregados e cobrar por absolutamente tudo. Na Ryanair, por exemplo, se você quiser pagar somente pela viagem e levar sua bagagem com você, é tudo ou nada. Você tem direito a a p e n a s e tão somente um único volume de dez quilos. Bolsa de mão, câmeras, necessaires, tudo tem que estar dentro desse volume.

Na Easyjet, pude viajar com a minha mala e minha bolsa. Mas já aconteceu de pedirem para colocá-la dentro da mala cujas medidas não podem passar de 50X40x20.

Medidor de bagagem de bordo da Easyjet.

Esse “engradado” serve para medir sua mala. Coloca-se a mala alí dentro. Se entrar sem dificuldade, ok!

Guichês da Easyjet

Fora isso, quase todas as cidades que visitei, tem um ônibus ou trem (no caso de Londres), que ligam o aeroporto ou estação de trem/õnibus, ao centro da cidade. Uma economia e tanto! Desde quê, óbvio você consiga carregar sua malinha…

15
dez
08

QUASE VENEZA….

Como qualquer mortal, sonho em conhecer Veneza. Afinal, de trem, saindo de Paris, em uma noite, você acorda em… Veneza. Estava bem animada com essa idéia, já que com a “crise financière”, as promoções em hotéis e passagens de trem, saltam em pop ups em todos os sites. Além disso, minha filhota, aos vinte e um aninhos, tem desconto por ser jovem…
No site http://www.eurorailways.com/, no canto esquerdo, estão todas as promoções de fim de ano. Assim como no http://www.raileurope.com.br,
Da estação de Bercy, em Paris, pega-se o trem noturno e se você conseguir dormir, vai acordar na tão sonhada cidade romântica, na Estação Venesia Santa Lucia.
Lá fui eu pesquisar tudo sobre a cidade, albergues, preço ( exorbitante ) dos passeios de gôndola, etc…Desisti imediatamente deste projeto. Veneza está no período que os italianos chamam de “aqua alta”. Legendando: enchente!!
Imaginei imediatamente a cena: eu, linda no meu mantô negro, longo, arrastando minha malinha, com água pelos joelhos…não há estilo que resista.
Toda a história desta cidade, a primeira capital econômica do capitalismo, a Piazza San Marco, a cetedral em estilo bizantino voltada para o Oriente, os canais, as gôndolas,….. o vaporetto, seriam contaminados, por uma experiência desastrosa. Prefiro esperar um momento mais propício, pero no mucho. Quero degustar essa cidade, com tudo que ELA E EU temos direito. O fato é que Veneza passa 200 dias por ano com águas acima do nível da cidade. O mundo está com medo que essa jóia desapareça. E eu também.
Pensei…Então vou à Roma! Decidi. Digito cheia de esperanças… Alerta das autoridades: Roma pode ser inundada. Rio Tibre no limite. Os hotéis estão dando desconto e galochas aos turistas.
Mentalmente, agradeço à minha atitude zen. Em outras épocas, já estaria com tudo reservado….E iamginado que galochas eu ganharia de brinde…

Saí então,em busca de novas opções ferroviárias. Conto mais, na próxima postagem…




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

outubro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: