Archive for the 'TECNOLOGIA PARA VIAGEM' Category

08
mar
12

Viagem à Itália, compartilhando os detalhes (parte 1)

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

                                               www.maladerodinhaenecessaire.com

Foi mesmo um périplo!!! Chegar de viagem é sempre um momento em que as emoções se misturam. Cansaço, saudade, e uma espécie de gratidão por ter dado tudo certo! É nessa hora, que a viagem “cresce” dentro de você, e que tudo o que você viu, sentiu, aprendeu, se torna parte de você, para sempre!

É aquela hora em que a gente processa todas as informações, os momentos mais marcantes, e as fotos que foram capturadas pela emoção. Memórias indeléveis que nenhuma imagem consegue mostrar.

 Gatwick Airport

Tudo começou porque eu queria ir a Padova. Então comecei a montar a aventura, que desta vez, eu faria (e fiz), sozinha. Primeiro, como chegar a Padova? Aeroportos mais próximos: Verona e Veneza. E no meio do planejamento, um presente da Ryanair! Recebo por email as promoções da cia low cost: Pisa – Londres estava na lista! £ 10.99!!!  Mais barato que uma compricha de super mercado. Pronto! minha tarefa agora, seria rechear esse percurso.

E na Itália, dificil é escolher como será o “recheio” entre a chegada e a partida. Resolvi chegar por Veneza, já conhecida, e um reencontro do qual eu não vou me cansar nunca, mesmo que seja por poucas horas.

Vôo Easyjet London Gatwick – Venice Marco Polo £36,89 Check!

E para chegar a Gatwick às 6 da manhã, saindo de Central London? Easybus!  É um transfer lowcost, seguro, pontual e confortável, e não precisa estar viajando de Easyjet. Só para se ter uma idéia, uma corrida de táxi até lá está por volta de 69 libras!

Easybus Central London – Gatwick  £ 5.99 Check!

Chegando  em Veneza – Marco Polo, é só comprar o ticket  (no próprio aeroporto à esquerda de quem sai da imigração) do ônibus ATVO ( o ponto é bem em frente à saida) também seguro, pontual e confortável e chegar à Piazzale Roma, atravessando a Ponte de la Libertá.A Piazzale Roma é o único ponto de Veneza (ilha) onde há ônibus e carros

Uma vez em Veneza, um percurso de trem para Padova, que dura menos de uma hora. Não dá nem tempo de se ajeitar no assento.

No site da Trenitália, que agora está muito  mais friendly, comecei a pesquisar os horários e preços. É super fácil de se registrar no site, e depois é so ir passeando… Coloque os nomes da cidades de onde vai partir e vai chegar, a partir de que horas, e na página que se abre, é só escolher seu trem. Mais uma agradável surpresa, passagens em promoção, com a tarifa mini, comprando com antecedência. Escolhendo a opção ticketless, é só imprimir o email, e mostrar ao controlador já no trem durante a viagem, quando ele vem checar os bilhetes dos passageiros. Simples assim!

Daí veio uma dúvida cruel! Dormir em Padova ou ir à noite para Florença, e na manhã seguinte já acordar por lá?

Mega ansiosa, optei pela maratona, é claro!

Train: ES Italia AV 9455; date: 29/02/2012
Departure: Padova (Ore: 19.57);  Arrival: Firenze S. M. Novella (Ore: 21.35)
Carriage: 7;  Place: 31  (Mandatory reservation) ;  Class: 2a;
Fare:  Mini1 Adulti;

Trem Padova – Firenze 9 euros – Check!!

Tudo no mesmo dia, e acreditem, foi super tranquilo. Cansativo, mas tranquilo. Dessa vez, só peguei “trem do bem”! A aquela impressão horrorosa do trem do terror da primeira vez que fui de Roma a Veneza se dissipou totalmente. Mas por via das dúvidas, trem noturno, prefiro não arriscar…

Cheguei à Estação de Firenze Sta Maria Novella,  às 21:35 em ponto! E acompanhada do Google Maps no celular, cheguei sem problemas ao meu albergo, bem pertinho da estação. Quanto tempo em Florença?

Bom, Firenze é algo assim… eu ainda não encontrei adjetivo, mesmo!

Foram 6 dias e ainda acho que foi pouco, porque  Florença (ou Pisa), é uma excelente cidade base para  vários passeios: cidadelas medievais, vinhedos em Chianti, castelos. A Toscana é linda!!!

E foi o que fiz. Ainda em Londres, reservei um passeio, desses de mini-van com chofer e guia, que valeu muito a pena, mesmo que, se comparado com o preço da passagem, seja insanamente caro. Pesquisei vários sites, e esse foi o “momento mais tenso” de toda a montagem da viagem. Decidir quais passeios eu faria, e com que compahias.

Passeios para Siena, San Giamigniano e a região de Chianti – 57 euros  Caf Tour – Check!

Para finalmente chegar ao ponto da volta, ou seja a Pisa, de onde sai o Voo Ryanair Pisa – London Stanstead, foi mais fácil (muito mais!!!) que cruzar a Ponte Rio Niterói. Um ônibus confotável da Terravision, sai a cada meia hora da estação de Sta Maria Novella para o aeroporto de Pisa. A viagem dura 70 minutos cravados.

Transfer Firenze SMN Pisa – Galileu Galilei 4,99 euros Check!

Porém eu não iria embarcar na mesma hora, fiquei uma noite por lá. Pisa é uma gracinha e não foi invadida por turistas, pois o complexo de monumentos (Torre de Pisa, Duomo, Batistério e Camposanto) fica afastado do centro da cidade. Para ir do aeroporto de Pisa até o centro, é quase um susto! O aeroporto fica a um, isso mesmo, um kilômetro do centro da cidade e lócigo que tem um ônibus (LAM Rossa) que faz essa ligação. Tickets? Facil! qualquer tabacchi (onde tem cigarro, jornal, refrigerante),

Menos de cinco minutos e pimba! Estava em Pisa Centrale, a 50 metros do Hotel Roseto, onde consegui descansar um pouquinho, antes de voltar a Londres.

Uma semana intensa, mas sem nenhum stress, pois estava tudo azeitadinho, e tudo funciona do jetio que é descrito nos sites.

Vôo Pisa Londres – Stanstead £ 10.99 Check!

Easybus Stanstead Central London  £ 6.99 Check!

Toda a viagem, da saida da minha casa até a volta, foi pesquisado e resolvido  pela internet. Sabia por exemplo,onde comprar o chip da Tim em Veneza (para ter acesso a Internet no celular), quais estações de trem tinham guarda-volumes, qual a distância/tempo da estação até meu destino, que ônibus pegar, quanto custava o ticket, onde pedir informações nas estações, etc

Próximos posts… mais Itália, prego!

Anúncios
29
fev
12

Veneza, aqui me “trens” de regresso!

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO::

 http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Não, eu não escrevi errado… Foi só um trocadilho infame, por causa da primeira vez que cheguei a Veneza de trem (foi um sufoco).

image

Como eu sou teimosa, cá estou eu de novo, dessa vez pelos céus! E que vôo!!!
Chegar a Veneza pelo ar é um desbunde! Há uma hora que parece que não haverá solo para pousar!

image

Lá depois da ponte, a gente vê Veneza, como se desse para pegar com as mãos! Assim, como vemos no Google Maps. Escândalo!

image

E Veneza me recebe cheia de azul, como uma amiga que enfeita a casa para receber.

image

E como eu sou teimosa mesmo, vou andar muito de trem…

image

Como essa viagem é totalmente solo, dessa vez pratiquei todo meu desapego e estou acompanhada somente de uma mochila (com 2 rodinhas) e 2 smartfones. Sem netbook, e sem câmera! Então, esse é um post inaugural da edição do blog pelo pequeno gadget, num momento digamos assim, budista hightech!

Por hoje é só…

Buona Notte a tutti!

24
fev
12

aplicativos para viagem, seu smartfone turbinado!

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Android on the road meilleures applications new york

IMAGEM: Androipit.com

Eu sei, eu sei! Estou devendo posts e mais posts! E prometo, eles virão.  Portugal, Highlands, e muitos, muitos posts sobre Londres.

Por hora, compartilho algumas apps para o Android que tem me acompanhado e facilitado muito minhas andanças, meu robozinho verde tem uma mala de rodinha… É a atualização desse post aqui. Estou cada dia mais viciada, dependente e grudada no (s) aparelhinho (s).

Guias de viagem:

É só digitar o nome da cidade no Android Market e escolher entre as opções. E são ótimos! Em Lisboa usei o Triposo e o mapa offline. Mostra indidcações sobre compras, pontos turísiticos, restaurantes, hotéis, enfim, igualzinho aos guias de papel, sem pesar no bolso (nos dois sentidos< hehehe>).

3d Compass

Essa app é simplesmente a materialização da solução de uma necessidade ! Eu não tenho nenhum senso de direção!  Então mesmo com a navegação do Google Maps no celular eu não sei se estou realmente indo para o norte ou para o sul..  Esse aplicativo, mosta tudo junto ao mesmo tempo, e ainda por cima habilita a câmera na função realidade aumentada.  Então você vê a bússola exatamente onde na direção que você está indo e ao lado o mapa (satélite também!) de onde você está. Praticamente uma babá!

Compass & Map

Essa também é legal. Primeiro o aplicativo encontra o endereço em que você está. E depois é só clicar na opção mapa. Um mapa aparece exatamente na posição em que você está segurando o celular, então a gente sabe a direção em que está andando.

Hotéis

Ok, normalmente a gente viaja com tudo arrumadinho, mas vai que… rola uma mudança repentina, um atraso na conexão, um evento natural que te prende ou te leva a algum lugar que não estava no roteiro. É sempre bom ter um aplicativo desses para consultar numa emergência. Há uma lista enorme de aplicativos de busca e reserva de hotéis. Eu tenho esses:

booking. com – além da tradicional busca, a busca “de emrgência” é feita baseada na sua posição (GPS), além disso ,  é bom porque você pode importar as suas reservas com o respectivo código, e nem precisa do papel para apresentar na recpção.

TripAdvisor

Tripadvisor – tem  “reviews” de hóspedes que ficaram nos hotéis, e evita que você reserve um moquifo disfarçado de hotel.

easyJet

Easyjet –  O bom do aplicativo é que além de ter as informações do seu vôo, você pode facilmente comprar uma bagagem de porão antes de chegar ao aeroporto e ecomizar uma grana, caso tenha se esbaldado nas compras.

Currency Converter

Currency converter – esse tem  acesso off-line e facilita na hora de cair na (no) real, ou seja, depois que você já se acostumou com  a moeda local e está achando tudo baratérrimo,  a dura realidade aparece em números!

Tradutores – tem montes no Android Market! é só escolher.

Google Translate  Tour Translator

Google translator  e  Trour Translator – os dois são ótimos mas prefiro o úlitmo,  que traduz com rapidez com voz. Ou seja, você pode pedir para a pessoa falar na língua dela e a frase aparece traduzida.

E-readers (leitores eletrônicos)

Kindle

Kindle – é como ter o Kindle (físico) no seu smartfone! é ótimo para quem gosta de ler (muito) no ônibus, esperando um vôo no portão de embarque, no parque, ou no hotel antes de dormir. é um dos meus preferidos, pois além de você poder comprar um livro onde quer que você esteja (tem que ter uma conta na Amazon), você pode ler “amostras” antes de cacifar o livro e ainda tem um dicionário (é só clicar na palavra). E ainda há várias opções de visualização de tamanho das letras e cores de fundo.

Kobo eBooks

Kobo –  É a mesma coisa do Kindle e os livros são mais baratos. Acho que não tem dicionário.

E para organizar  ordem dos fatores para a viagem tem o World Mate.

WorldMate

Funciona assim: cada reserva feita você recebe um email, certo? envie esse email para o WorldMate e ele vai organizando tudo pelos dias e horários. No final, você tem tudo alocado na linha do tempo da sua viagem, no seu celular. Simples assim.

Mas com tantos aplicativos, a ainda fazendo e recebendo ligações, a bateria vai para o espaço, muito antes de acabar o dia.  Isso é um fato, não importa a marca do celular. Solução? Bem por aqui, tem dois celulares é praticamente uma regra. Vejo isso em todos os lugares.  Mas depois de procurar e testar um carregadorzinho de emergência (que quebra um galho, mas não resolve, principalmente em viagens) encontrei a solução de todos os problemas .

O Veho VCC Pebble Portable Battery Pack Charger!

É exatamente do tamanho de um celular, mas o bichinho é capaz de carregar um smartfone ( ou celular, ou aparelho de GPS, ou Iphone e afins) mais de tres ou quatro vezes. Ou seja, mesmo dentro da sua bolsa, você pode estar carregando seu fiel companheiro, sem ter que implorar por uma tomada num restaurante ou qualquer lugar em que você entrou numa crise de abstinência de WiFi.

Para quem está planejando vira a Londres:

Há inúmeras apps, mas as que mais uso são

London Bus Checker Lite - Free

É outro que é quase uma babá. Mostra aonde você está, e quais as paradas de ônibus há na área, depois é só tocar  na parada que você está ou quer ir, e aparecem as linhas de ônibus que passam por ela, quanto tempo falta para o próximo ônibus chegar , etc

Esse serve não só para Londres, pois é assim, para quem gosta de arquitetura. Ele “te encontra” pelo GPS e mostra as construções que estão na área com endereço, e todas as informações pertinentes.

PS: Tem mais duas que eu esqueci que são bem legais

SitOrSquat

SitorSquat –  uma lista de 99,776 banheiros pelo mundo! é so digitar o lugar o deixar o aplicativo te achar e ele mostra num mapa onde há banheiros!

Evernote – essa é ótima, pois é um bloco de notas “muderno”. Você pode instalar em todos os seus “devices”  e copiar páginas da web, fotos, escrever um roteiro de viagem, e ter sempre tudo à mão em qualquer lugar. Recomendadíssimo.

E você? Conta pra gente as apps que mais usa!

Até




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

agosto 2019
S T Q Q S S D
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: