Posts Tagged ‘Bruge

15
jan
09

BRUGES, MUITO MAIS DO QUE UM SONHO!

Estamos exaustas, mas talvez, vendo algumas fotos, posso passar uma vaga noção do que é essa cidade!

E a cidade mais parecida com filmes passados na Idade Média que eu já vi. Dá para fazer tudo a pé. Mas é a bicicleta o meio de transporte oficial. Senhorinhas, moças chiquérrimas, estudantes. Todo mundo pilota a bicicleta, mesmo debaixo de um frio que beira -1 quando a tarde cai.

Nosso hotel é do lado do campanário, onde o sino (que é ouvido por toda a cidade) marca as horas. Todas as horas inclusive as “meias”. Às cinco da tarde é praticamente um “concerto” de sinos, que dura quase quinze minutos. E quinze minutos depois, às cinco e meia, novo badalar alucindado. As noites chegam cedo e a cidade fica vazia, mas descobrimos um cantinho, entrando por uma das ruinhas que saem da praça central, o Markt, onde há alguns pubs.  Lógico que vamos encontrar cervejas belgas por lá.

Pubs em Bruges

E claro, vamos terminar a noite na barraquinha de batata frita com maionese, que atravessa a madrugada na praça, matando a fome dos notívagos.

Imagine andar um pouquinho além do centro da cidade e dar de cara com essa cena!! Parece que um cavaleiro medieval vai surgir a qualquer momento.

 

LDN09 071

PPara onde o olhar vai, é uma visão mais linda que a outra. É uma cidade-poesia. Tudo parece surreal.

 LDN09 093

A cada esquina uma paisagem de parar a respiração.

LDN09 096

A cidade é cuidadosamente entrecortada por canais, a maioria é navegável. Mas no inverno os barcos se recolhem.

E lá pelas 4 da tarde, uma névoa toma conta de toda a cidade, tornando tudo mais surreal ainda.

LDN09 111

 

E mesmo a cidade sendo pequena, é fácil caminhar quilômetros… dar voltas e voltas só absorvendo a vibração desse lugar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios
14
jan
09

BRUGGES

Ruinha do nosso hotel              HOTEL KOOFIEBOOTJE

Vista da janela do nosso quarto em Brugges

Markt Praça central de Brugges

Markt

Um trem parte da estação de Bruxelas a cada hora para Bruges. E facil comprar os tickets, pois ha um kiosque de informacoes turisticas que embora a primeira vista exiba cartazes dizendo que nao da informções sobre trens, se voce der a volta, encontra um guiche que te informa sobre onde efetuar sua compra. -Porte 4 a droite… Neste guiche, o atendente foi super simpatico e nos informou que deveriamos ficar atentas ao painel azul…Aqui, os trens saem e chegam pontualmente. Os horarios sao todos quebrados…12:34, 10:42. Portanto nao desgrudei o olho do tal painel,pois nele, encontraria, nao so a hora do trem, como a plataforma. Tudo explicadinho, subimos pela escada rolante, chegamos a plataforma, e em 1 minuto e meio chegou o nosso trem. Parecido com um trem de metro. Voce entra com sua mala, e senta aonde quiser. Depois vem o controlador, e faz um buraquinho no seu bilhete, enquando recomenda que voce fique atenta a sua bagagem.

Em uma hora, a bordo de um trem cheiroso… chega-se em Bruges. a estação e pequena, tem um centro de informações turisticas escondinho, a direita do primeiro portao para a rua. A moca simpatica que deve falar ao menos 5 idiomas, nos disse que nao era necessario pegar taxi, pois nosso hotel era bem no centro e qualquer ônibus que estivesse escrito Centruum nos deixaria ao lado do nosso destino.
Pegamos o ônibus, e dois pontos depois minha filha falou: mãe, acho que e aqui! Eu, totalmente incredula com a rapidez, disse que nao. Mas era! Como não tenho pressa, nem me importei. Carol falou com o motorista quando chegamos ao ponto final, ele nos deixou voltar a estação, compramos outro bilhete, tomamos o mesmo ônibus e descemos no Cetruum, desta vez em frente ao Markt…Eu sabia que nosso hotel era perto do centro, mas ele e no centro. Na ruinha mais estreita, ao lado do Campanario. Mais inn, impossível!!!!

13
jan
09

LONDRES – BRUXELAS

Estação St Pancras

Bruges, uma cidade medieval da Belgica, sempre esteve entre os lugares que eu queria conhecer. Uma vez na Europa, tudo e um pulo! Atravessado o Oceano Atlântico, ir de uma cidade a outra, e questão de disposicao, e isso eu tenho de sobra.
Vir de Londres para Bruges e relativamente simples.
Nao fosse o fato de que eu e Carol estamos na fase antecedencia. Como nossa viagem e do tipo economica, cada libra ou euro, pode significar uma cerveja a mais, ou um tour a mais ou mesmo a sobrevivencia..

Então, decidimos pegar o Eurostar de Londres para Buxelas, bem cedindo. Uma pechincha! Saindo de St Pancras as 5 e 5o, o percurso teria um desconto de 50 libras, e nos nem pestanejamos. Desta forma, para chegar a estacao com a antecedencia necessaria, saimos de casa as 3, pegamos o onibus e chegamos na dita estacao as 4. Nos e nossas malinhas, um pouco mais pesadas, e uma mochila de rodinhas pra carregar o nosso mais novo companheiro, esse netbook do qual vos falo, que batizei de BABY VOYAGER.


Fotos, um cafe pra reanimar o esqueleto, e la estavamos nos, animadissimas como sempre. Isso, porque nao dormimos, com medo de perder a hora.

Para chegar no Eurostar, é logico que a gente sai de UK e passa pele imigração, ou melhor pela “desimigração”.
De Londres a Bruxelas, sao tres horas. Chegamos em Brussels-Midi as nove, e tinhamos muuuuuuuuuuuito tempo pela frente. Nosso hotel em Bruges nos esperava as 3 da tarde.


No tempo em que ficamos na estacao, fiquei imaginando como um pais tao pequeno, consegue falar tres linguas. Frances em Bruxelas e comum, mas o alto falante, anunciava as saidas em mais duas linguas. Holandes e Alemao. O detalhe pitoresco, foi que em menos de meia hora, num dia chuvoso e frio, topamos com 3 pessoas, digamos, meio desorientadas. Logo ao chegar, procurando o banheiro, vimos um homem, discursando em alta voz, meio descontrolado..Normal, eu pensei. Saimos pra fumar um cigarrinho, e demos de cara com mais um, que batia no peito, com uma garrafa na mao, gritando algo em algum idioma. Nos entreolhamos…Podia ser um habito local, afinal e pra isso que se viaja, desvendar novos horizontes, conhecer novas culturas…
Sentamos entao, para um muffin e um cafezinho, mais uma vez pra refazer a circulacao (muito frio!) e preencher o tempo que tinhamos ate pegar o trem que nos levaria ao nosso destino. Brugges
No primeiro gole do cafe, sentou-se na mesa atras de nos, mais um … falava alto, talvez em Holandes, a cabeca baixa, como se estivesse falando com o ziper da sua calça. Parecia que estava reclamando com ele mesmo. Mais uma vez nos entreolhamos e decidimos pegar o trem rapidinho, antes que começassemos a discursar tambem…

Trem Bruxelas-Brugges




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

outubro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: