Posts Tagged ‘DAY BY DAY



08
dez
09

MUDANÇAS PARA 2010 UM ANO DOURADO

Antecipando mudanças de Ano Novo e a comemoração de um ano do blog, mudei o nome e o lugar do mesmo. Motivos não me faltaram. Primeiro que como o blog é uma coisa dinâmica, ao longo desse ano, fui percebendo que queria mais do que  falar sobre as viagens. Às vezes pensava num post, mas me perguntava o que é que isso tem a haver com o tema do blog? Segundo, que este humilde blog, não foi criado para ser um sucesso retumbante de acessos e sim uma espécie de email coletivo para amigos verem alagumas fotos e comentários sobre o que eu estava vendo e sentindo. Durante esse ano, tive muitos comentários por email, uma fiel seguidora e alguns anônimos. Dentre esses um dizia que A PRÓXIMA VIAGEM era plágiil e que já existiam além de uma revista com esse nome, um outro site ou blog sei lá… Falta do que fazer do anônimo. Mas ontem, dei com uma notícia que me chamou atenção. Um inocente blogueiro está sendo processado, pois deixou por dezesseis dias, um comentário anônimo que segundo quem o está processando era ofensivo. Leia http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL1394447-16020,00-BLOGUEIRO+E+CONDENADO+A+PAGAR+R+MIL+POR+COMENTARIO+ANONIMO.html

Bom, euzinha não quero a essa altura ser condenada por um inocente blog, então, aproveitando a deixa e a vontade de expandir horizontes, mudei….eu mudo mesmo, sem o menor pudor…Mudo de operdora de celular, de email, de estado civil, então, mudar de blog é pinto. Importei todos os posts e pronto, casa nova.
Porque MALA DE RODINHA E NÉCESSAIRE? Porque eu posso colocar o que eu quiser dentro!!!  Liberdade total para 2010.

Anúncios
06
maio
09

SEGUINDO VIAGEM…


Nem todas as grandes viagens nos são apresentadas por passagens de avião. Há viagens que fazemos mentalmente, passeando por agendas de anos passados, fotos um pouco embaçadas, um rabisco de poesia esquecido dentro de um livro, uma música que toca ao acaso. São passeios e aventuras, cujo roteiro, depende do atalho que se escolhe diante de uma encruzilhada. Uma decisão. Você pode escolher o destino. O cume de uma montanha de onde se vê uma paisagem alucinante ou… o mais profundo abismo.

Nasci em outubro, no início de uma primavera, quando tudo renasce. É o reflorescimento. Como uma típica libriana, sempre fui ansiosa e já em janeiro, eu me sinto com a idade que terei em outubro, quando finalmente completo o ano que já comecei a viver. Por isso, desde então, já tenho cinquenta anos. Uma delícia! Estou vivendo num dilúvio de pequenas e grandes liberdades. Minha viagem mais delicada e preciosa. Escolhi o topo da montanha, de onde vejo as mais lindas paisagens e faço planos. Me descobri numa simplicidade deliciosamente descomplicada. A cada dia, me descomplico mais e escrevo um pequeno dicionário de mim. Cada verbete, muitos significados. Porém, o dicionário é de bolso.
Filhos grandes e meus grandes amigos. Companheiros fiéis das minhas estradas e andanças. Uma jornada de trabalho tão vasta e variada, que me permito a aposentadoria de ansiedades. Ter, obter, comprar e acumular, são verbos que conjugo cada vez menos. Como me tenho cada vez mais, preciso cada vez menos de coisas e cada vez mais do mundo. Sou rainha do meu reino. Não preciso de coroa que me diferencie dos servos. Algumas roupas no armário, me bastam. Tenho mais sapatos do que preciso. Doei livros que já li. Roupas que já usei. Móveis e utilidades domésticas, inúteis, empoeirando no armário também.
Algumas rugas, às vezes penso num lifting (só para aumentar o prazo de validade!). Alguns quilos a mais, comecei a andar na praia e mais uma vez me delicio com legumes e verduras, brincando de alquimia na minha cozinha.
Quero apenas ver e sentir. Me refrescar no verão e me aquecer no inverno. Comer quando tenho fome e dormir quando estou com sono. E viajar, sempre. Viver e fotografar os minutos, de um agora constante. Perceber como sou feliz, no exato instante entre o antes e o depois.

24
mar
09

QUERO VOLTAR!!!


Nem sei por onde começar esse post. Mas tudo que sinto hoje, é uma enorme vontade de voltar para Brugges. Arrumar minha malinha, pegar minha filhota pela mão e partir no primeiro voo (assim mesmo…o acento caiu).
A tranquilidade dessa cidade mágica, onde o tempo e o sino do campanário se confundem, onde a névoa cai às 4 da tarde, transformando a cidade num cenário, onde me senti segura, para sair às três da manhã de um pub, percorrer a praça central e dançar e brincar de roda com minha filha. Uma sensação que há muito tempo não sinto aqui no Brasil onde perdemos o direito de ir e vir. O Rio de Janeiro, é guerra e medo. Hoje, acordamos com as aterrorizantes notícias de um combate, em plena Copacabana. A guerra do tráfico, está literalmente nas ruas. E eu, que precisava atravessar este bairro, para pegar um documento, não fui. E agradeço por ter a opção de não ir. As pessoas que moram lá, que precisam trabalhar, não tem essa opção. Precisam enfrentar a guerra. Aqui em Niterói, hoje temos uma operação para prender uma quadrilha que roubava mais de cem carros por mês e sequestrava os motoristas. Ver ou ler os jornais é um ato de coragem, coragem que perdemos de sair de casa.
Quero voltar… Voltar para aquela sensação de poder sair de casa e andar por um parque deserto, sem medo…

Me sinto triste e acuada.




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

agosto 2019
S T Q Q S S D
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: