Posts Tagged ‘La Sagrada Famíla

12
maio
11

Re-viajando Londres-Barcelona

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Voltar a Barcelona, acabou sendo uma revelação para mim mesma. Jamais serei uma pessoa básica. Quando me deparei com a passagem de Londres para Barcelona por 6 libras, comprei num impulso, pensando que seria mais do mesmo.

Mas algo acontece no meu coração, quando arrumo a mala, cruzo o security e … entro num avião! (desculpem a paródia). Quando aterrisei na cidade, minha emoção era a mesma, como da primeira vez!   Embora minha memória estivesse fresquinha, mal podia esperar, para passear pela cidade, esse mistura de museu a céu aberto, com recreio de jardim de infância.  Porém, como essa viagem seria mais longa, economizar era a palavra de ordem.  Consegui um hostal (hostal é um albergue/pensão/hotel econômico) numa ótima localizaçãona Ronda Universitá, 5 minutos a pé da Praça da Catalunha, ponto de partida para todos os passeios.

Quarto pequeno, mas privativo, com direito a televisão e uma pia! O único defeito, não é o banheiro ser fora do quarto, é que o banho, só é permitido até 10 horas da noite, o que numa cidade como Barcelona, acaba sendo um compromisso difícil.

Mesmo querendo mostrar tudinho a Carol, que estava lá pela primeira vez, nos permitimos, na primeira noite, andar, andar e andar…  Port Vell, Bairri Gotic, Ramblas, Catedral da Cidade, toda essa parte de baixo do mapa.

Ponte neogótica –  liga a Casa dos Cónegos e o Palau de la Generalitat,  Career del Bisbe.

E ainda reencontrei a Tartaruga gay que eu queria comprar quando fui pela primeira vez!

Com exceção do Bairri Gotic (onde é uma delícia se perder), a cidade foi toda planejada. Para quem vai pela primeira vez, vale muito a pena pegar o Bus Turistic. O quê estava planejado para o dia seguinte.

Mas Barcelona, amanheceu debaixo de uma chuva tenebrosa, dessas que chove de lado, pra cima. E se há uma cidade que não combina com chuva, é Barcelona!

O céu nublado, descoloria muitas das paisagens.

Mesmo assim, laranjas amarelinhas, teimavam em colorir o cinza.

Mas pelo menos uma coisa, conseguimos aproveitar, e foi aí que meu coração bateu forte, mais forte que a chuva.

Reecontrar, rever la Sagrada Família, me fez entender que eu jamais serei blasé. Me deslumbro mesmo! Ficamos eu e Carol, debaixo da chuva, com os pés encharcados, olhando…  olhando aquele castelo de areia, inacabado.    E eu sabia, que ao entrar ia vê-la pronta por dentro! E como é bom entender que viajar é uma coisa viva.  A gente nunca volta para uma cidade, porquê a cidade é um organismo vivo e sempre tem uma nova emoção, uma cor diferente. E até a chuva, mostrava para mim, uma nova Barcelona.

Anúncios



Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

julho 2019
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: