Posts Tagged ‘Leicester Square

07
fev
11

Feliz Ano Novo!

Calma! Eu não pirei na batatinha…  Acontece que comemoramos hoje o Ano Novo Chinês.

Um acontecimento aqui em Londres! E a experiência de participar da festa, só foi superada pela New Year´s Eve de 2009, também aqui em Londres.  Ou seja, uma  multidão! Gente de absolutamente todos os cantos do mundo, inclusive…  chinêses. Digo que só foi superada pelos fogos de London Eye, porquê não chegamos com a antecedência necessária (eu diria umas 6 horas de antecedência) para vermos alguma coisa. Quando chegamos eu (na mais inocente das empolgações), achei que estava tudo calmo. E estava mesmo! a multidão estava tão compactada na Trafalgar Square, que por total falta de espaço para qualquer movimento, ninguém se mexia.

E só agora, eu tenho uma leve noção do que estava se passando, já que as fotos foram tiradas com o braço esticado, por cima das cabeças, já que altura não é o nosso forte (Carol então…).

A festa estava dividida em partes. Um enorme palco armado em Trafalgar Square, com dois telões de cada lado. Essas pessoas da foto acima (que devem ter chegado com a devida antecedência) tinham o privilégio de assistir ao show! Pelo que eu pude vislumbrar, eram cantores (que cantavam em chinês, talvez arcaico…), e de vez em quando um balé e um dragão, apareciam no telão.

Em volta, barraquinhas no mais puro estilo festa junina, vendiam comidinhas (chinêsas né, drll), lanterninhas, estalinhos e tamborzinhos (parecidíssimos com aqueles do Olodum). Espremida na multidão, vi um movimento de ir e vir, e achei que seria mais divertido ir para a outra parte da festa, mais precisamente em Chinatown. Mas pegamos a multidão errada, justamente a que se movia muito lentamente, e acreditem, havia gente empurrando bicicleta e pasmem! carrinhos double decker de bebês (é um carrinho com duas camadas de crianças uma por cima da outra). Inacreditável! Chegamos finalmente a Chinatown, numa rua em frente a Leicester Square (fica tudo pertinho, prometo de continuo o post sobre central London), e como estava tudo enfeitado, resolvemos entrar.

Antes, consegui a maior proeza do dia! Finalmente vi um dragão!

E repentinamente, ficamos completamente entaladas em mais uma multidão, que vinha  em nossa direção querendo sair por onde tínhamos entrado. Ou seja, não conseguíamos sair do lugar, até que um cara grandão e largo, passou por nós e foi andando tipo – Eu sou enorme e estou passando! Aproveitei e fui no vácuo do nosso herói  (parecido com o Shreck)  , puxando Carol atrás de mim.

Desentalamos numa pracinha, cheia de barraquinhas, em plena Chinatown.

Acho que só as criancinhas que estavam nos ombros dos pais, é que tinham uma leve percepção do que era aquele trancetê de gente. Nós, os probres mortais, só víamos as lanterninhas.

e… mais lanterninhas

Mas eu que me empolgo fácil, já estava no clima e precisava com a máxima urgência de um coelho, símbolo desse ano que começou no dia 3 .

Entrei no furdunço e consegui my litle rabbit, com cordinha vermelha e tudo!

Segundo fonte do Museu do Oriente, o ano do Coelho será auspicioso, próspero, cheio de felicidade e muito amor. É também um ano de competência, actividade e riqueza. Um verdadeiro sonho, portanto.

Se vale a pena? eu sempre acho,

que vale! Só que não precisa ir todo ano…

Para repor as energias, só mesmo um cupcake em Covent Garden, que também fica pertinho e dá para fazer tudo isso a pé.

E de quebra, ainda entrei de novo na Stanfords, aquela livraria  que tira qualquer viajante do sério, e saí de lá com mais um mapinha, feliz da vida!

Voltamos à Trafalgar Square para pegarmos nosso ônibus de volta para casa, e a festa ainda estava no seu apogeu, com mais um cantor agraciando o público  com uma canção….

Então feliz Ano Novo Chinês para todo mundo! O coelho prometeu que vai ser muito bom!

Até!

 

Anúncios
22
maio
10

verde que te quero

Antes de tudo, obrigada pelas visitas. Para um blog que começou só para dar notícia aos amigos, as estatísticas estão bem altas. E para quem me escreve por email, se quiser poupar trabalho, no início da  página, bem embaixo do título, tem um link.Um balãozinho de estória em quadrinhos. Quando não há comentários ainda, está escrito Leave a comentario. É só clicar, que aparece um quadro pra deixar comentários, ou se alguém já tiver comentado, aparece o número e a palavra comentarios do lado, mas pode clicar do mesmo jeito e comentar normalmente.

Por aqui (Londres) o calor chegou. Os parques estão sempre cheios, e os gramados são o lugar preferido.

Essa festa toda aí da foto, foi  

plena segunda feira à tarde, dia em que fomos ver Alice no Odeon, em 3D ( que de 3D, só tinha uma borboletinha safada, no final dos créditos).

Na praça, todo mundo lagarteando ao sol, comendo, batendo papo ou simplesmente largado em cima da grama.

Londres é tudo de bom, mas eu, cada vez mais fico encantada com os parques. São muitos, enormes e bem cuidados e lindos!

No Hydepark, parecia festa.

O povo todo largado na grama, turmas praticando esportes, patinadores, ciclistas… O calor põe as pessoas para fora de casa. Tudo isso, esse imenso verde, lago, patos, cisnes, muitas árvores a dois passos da rua mais movimentada, engarrafada, tumultuada de Londres. Oxford Street. Um contraste delicioso.

O fato é que fiquei viciada nessa estória de parque. Agora meus passeios acabam sempre numa gloriosa overdose de verde.

´

É revigorante e se a gente se esparrama na grama, relaxante também.

Por outro lado, não só entendi porque meu nariz simplesmente não funciona mais, como vi, ao vivo, um monte minúsculas partículas de pólen voando pelo ar. Ainda tem a tal plantinha, que com qualquer ventinho, solta pelo ar, outras partículas que devem fazer a festa.

Mas já estou me acostumando.  O que é um pólenzinho, perto desse visual? E qualquer farmácia ou supermercado tem remédio para hayfever.

28
dez
09

elementar meu caro Jude!

Foto de dentro do upper deck (ônibus de dois andares).

Ontem fomos ver Sherlock Holmes. Não há um ponto de ônibus que não tenha um cartaz do filme. Jude Law bombando em todas as esquinas. Acho que ele agrada dos 7 aos 79. Todas as mulheres são absolutamente loucas por ele. Eu me incluo…O filme estreou em pleno boxing day, bateu Avatar nas bilheterias.

Fomos no Empire, um complexo de salas de exibição em Leicester Square, onde tudo acontece aqui em Londres. Uma multidão, andando pra lá e pra cá, e mais uma dentro do cinema, tentando comprar ingresso.

Comprados os ingressos, com lugar marcado, fomos para a fila da pipoca, bem sem graça por sinal.

Uma tela gigantesca, numa sala não menos gigantesca, garantiu uma boa visão do filme, apesar de nossos lugares não serem centrais.

O filme é ótimo e é uma emoção à parte, estar em Londres, onde o filme acontece… Não chega a ser um filme desses de marcar a vida. Mas Jude Law está gaterrimo. Eu pessoalmente senti falta do -Elementar meu caro WATSON! e  do chapeuzinho também. Até o cachimbo é diferente e o Sherlock é meio dado a chiliques…Mas vale ver as cenas de uma Londres onde a Tower Bridge está sendo construída  e carruagens e cavalos passam nas ruas estreitas.




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

setembro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: