Posts Tagged ‘Montpellier

07
jan
12

Salas Vip e a Classe Executiva (primeira parte)

Este post era para sair imediatamente após o vôo, mas quando chegamos, Londres estava especialmente charmosa no outono e eu e minha prima nos entregamos ao mais absoluto prazer de viver! E comtemplar os tapetes e redemoinhos de folhas dos mais loucos tons de castanho, contrastando com o ainda amarelo das árvores…

Hyde Park outono 2011

E depois partimos para Edimburgo, que preparando-se para o Natal estava linda demais! Adoro Edimburgo!

E viajamos para as Highlands… Um espetáculo à parte, um sonho muito especial…

Highlands Escócia outono 2011

Depois Montpellier, no sul da França, uma cidade que amo e onde mora Cristina, minha prima querida e uma artista. Mais uma vez, o casal Haize tirou da cartola um passeio de sonho: St Guilhem le Desert, uma cidade medieval que faz parte do Caminho de Santiago de Compostela  e mais parece cenário de filme…

St Guilhem le desert (Montpellier, outono 2011)

Enfim, foi muita informação em pouco tempo, e agora finalmente vou colocar os posts em dia.

Começando pelo começo… TAM BUSINESS CLASS/CLASSE EXECUTIVA

Há algum tempo eu escrevi um post sobre como era um vôo internacional ( para estreantes). Não leu? Então clique aqui! Ainda é um dos posts mais acessados. E como prometi, aqui vai o post sobre a Classe Executiva, e seus detalhes, digamos, tudo de bom!. Quem é que nunca sonhou com um up grade??? Mas afinal, o qual a grande diferença? Se o ponto e horário de partida e de chegada, são  rigorosomente iguais, o que muda no percurso?  O que “recheia” essa linha reta entre os dois pontos é que muda tudo.

 Antes de viajar, eu queria muito saber como era. E sinceramente encontrei muito pouca coisa, além do que há no próprio site da companhia.

Segundo minha prima, eu, a “Miss Lowcost” da Europa, tinha que passar por essa experiência ( e lógico, contar tudo aqui no blog ).

Para começar, salas VIPs!    Não, não é preciso voar de executiva ou de primeira classe para entrar numa Sala Vip.  Alguns cartões de crédito dão direito a esse mimo, que convenhamos, para quem vai viajar por longas horas, ter um lugar confortável  para pousar, antes de decolar é praticamente uma necessidade . Eu mesma, adquiri um cartão de crédito , escolhido a dedo para poder desfrutar desse conforto. Aproveitamos as duas: Smiles (pelo  cartão  e  Tam pelo vôo).

Sala Vip Smiles

No Terminal 2 (do Galeão), depois que a gente passa pela Policia Federal é um tédio! Depois de passar pelos procedimentos de segurança, colocar tudo na bandeja, Raio X, etc. A única coisa a fazer é esperar seu embarque. No Terminal 2, não tem absolutamente nada para  fazer, além de um DutyFree (bem roscofe, por sinal), não tem mesmo nada, nenhum conforto, e  a única livraria fechou! E até os agentes da PF avisaram que não há como preencher o tempo lá dentro. Logo, uma sala VIP é praticamente um oásis! A sala fica no subsolo, em frente a lanchonete Viena.Viajando na Primeira e Bussines Class da  Tap, United Airlines, Lufthansa, e US Airways,  o acesso é gratuito, e para os clientes  Smiles (Gold e Diamante) também, mesmo que não estejam viajando Gol. Na recepção, a gente mostra o cartão de embarque e o cartão de crédito que dá direito a entrar na sala. E assim que entramos há uma espécie de armário para guardar casacos e malas, e um buffet self service com espumante, wisky e destilados em geral, sucos, refriegerantes, saladinhas, sopas, salgados, docinhos, café e biscoitinhos. “De um tudo”!!! você, vai ao buffet, se serve do que quiser, o quanto quiser e quantas vezes quiser. Simples assim!

Só essa visão já é animadora, se pensarmos nos serviços que o aeroporto oferece (oferece, não é bem a palavra,  qualquer sanduba mal encarado é quase um assalto!!). Além disso a sala é enorme, com uma luz tranquila, nenhum neon, com mesas e cadeiras para saborear os quitutes,  sofás e poltronas  de couro  confortáveis e vários ambientes.

Ah! Banheiros (é logico), TV e acesso à internet.

Mas atenção! nesta sala não tem quadro de embarque, nem aquela voz sensual  dizendo o número do seu vôo, portão de embarque, se está atrasado, se mudou de portão…  O perigo é gostar do ambiente, embarcar no espumante/wisky, se esparramar no sofazão e esquecer o que veio fazer aqui…

Mas para quem tem mania de antecedência (eu!) é o melhor lugar do planeta GIG (aeroporto Tom Jobim) para esperar seu vôo.

Sala Vip Tam

Para entrar, foi só mostrar o cartão de embarque e o passaporte. A sala é, digamos, mais modesta que a Smiles, toda “trabalhada” no vermelho TAM e logo na entrada um piano de calda (?). Nada mais necessário do que um lindo e lustroso piano de calda, numa sala vip,  certo?

Conto mais no próximo post, porquê este está ficando enorme!

Até mais senhores passageiros!

Anúncios
27
nov
11

Montpellier

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

image

image

Estamos em constante movimento,e confesso, qdo encontramos um quarto, caímos exaustas! Já passamos por Edimburgo, Highlands, Loch Ness, e agora estamos em Montpellier para o encontro das primas. Simplesmente tudo de bom!!!!

01
abr
11

Ainda em Montpellier…

É só mesmo um aperitivo, pois vou detalhar tudo quando estiver em terras tupiniquins, na tentativa de diminuir os sintomas inevitáveis da DPV.

Por ora, mesmo sendo repetitiva, tenho que dizer que a região de Montpellier é mesmo maravilhosa, e o fato de estar hospedada na residência de moradores da região, tornou a viagem ainda mais maravilhosa, pois o casal Daniel e Cristina, são eles mesmos viajantes, e enquanto passeávamos, nos contávam tudo em detalhes.

A cidade tem um clima delicioso. Segundo eles, quente no verão, e agora na primavera, um friosinho delicioso, desses de dormir de cobertor, e o inverno ameno.  Andar sem compromisso, sem correria, é a melhor maneira de respirar esse cidade que em momentos está loucamente animada e numa segunda- feira por exemplo, é uma calmaria só.

Segundo Cristina, carro é só para sair da cidade, ir a praia ou ir fazer compras na Espanha. Isso mesmo, os preços na Espanha são mais amigos, então, como é logo alí, e o passeio é lindo, vão à fronteira fazer compras. Na cidade dá para fazer tudo a pé. Ou no máximo,de bicicleta ou  nesses simpáticos trams ou bondes, cujas linhas estão se expandindo rápidamente.

É nessa rua encantada, onde estão os trilhos de tram…

As bicicletas de aluguel

Mas pertinho dalí, tem de tudo! De praia a cidade medieval… só para se ter uma idéia…

La Grande Motte

Aigues-Mortes

Dá para acreditar que essas duas fotos foram tiradas num único passeio que fizemos numa tarde a partir de Montpellier??? São duas cidades completamente distintas e não poderiam ser mais diferentes uma da outra. A primeira, foi projetada para ser turística e é toda moderna, a segunda é inacreditavelmente medieval, e eu mal contive minha emoção ao cruzar o portão para entrar na cidadezinha… Mas esse passeio merece uns posts especiais… É só mesmo para dar água na boca.

Au revoir!

29
mar
11

Montpellier – Languedoc – France

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Este fim de semana, estivemos em êxtase. De Londres a Montpellier, pela Easyjet, foram menos de duas horas e considerando o fuso, que é + 1 hora, estávamos no sul da França, logo no início da tarde de sexta-feira.

Tenho e honra e a sorte de ser prima de Maria Cristina Haize. E visitar o site de Cristina é a melhor maneira de apresentá-la. O casal Daniel (diplomata e agora Doutor em Ciências Políticas e Cristina (artista plástica) rodou o mundo e os dois escolheram Montpellier para morar. E para nós, visitá-los, foi ao mesmo tempo, matar as saudades e uma experiência cultural e gastronômica!

E não é difcil entender porquê eles escolheram esse lugar. Montpellier ( e toda a região) não é uma cidade, é um sonho!

As primeiras menções sobre a cidade datam de 985 D.C. e falam sobre uma ocupação rural. Dois séculos mais tarde já é uma das cidades  mais poderosas e ricas da costa de Languedoc, no sul da França.

 Com essa história, não é difícil imaginar que  a cidade exiba hoje,  a arquitetura medieval,  edifícios dos séculos que se seguiram e um crescimento espantoso que se reflete na nova Montpellier.

Tour de la Babote

O centro histórico de Montpellier é simplesmente lindo.

L´Écusson ( a região em amarelo, em formato de escudo) é ao mesmo tempo uma viagem no tempo e um recreio! Região animadíssima, onde não há trafego de carros, e no sábado, todos se encontram por aqui.

Na praça central, la Place de la Comédie, ou nas ruinhas estreitas, pessoas transitam entre lojas e cafés ao ar livre, e o timing completamente diverso das  grandes cidades, nos leva a absorver e respirar aquele momento.  Em Montpellier, ninguém tem pressa.

Praça atrás da Église de Saint Roch

E é assim, andando calmamente a pé pela cidade que a gente vai se surpreendendo.

Cathédrale Saint Pierre

Arcos Butantes (Catedral de Saint Pierre)

A catedral da cidade é simplesmente impressionante e mais parece uma fortaleza, com essas duas torres imponentes.  Seu prologamento é  a famosa faculdade de Medicina de Montpellier.

Faculdade de Medicina de Montpellier.

E numa simples volta por L´Écusson, a gente se sente e passeia em muitos  séculos. Encontramos ainda um carnaval, bem na Place de la Comédie.

Montpellier!!! Ainda tem muito mais para contar…

Até!




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

outubro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: