Posts Tagged ‘Parc Guell

15
maio
11

Re-viajando Barcelona

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

O Templo da Sagrada Família não tinha mesmo se esgotado na primeira visita e provavelmente cada vez que for lá, será uma nova emoção, pois ainda está em construção.

Os adaimes e tapumes fazem parte da “paisagem”. Mas quando entramos, vi como tinha valido a pena, ter voltado à Cidade. Ser testemunha da construção de um monumento dessa envergadura, já é para marcar a memória. Imagina voltar alguns mêses depois, e ver,  o quê antes era poeira e barulho, transformado em um altar.

Fiquei imaginando Gaudi, ao “pensar” uma construção que jamais veria totalmente pronta. Só os gênios tem essa abnegação.

E aquela atmosfera de natureza, de floresta, mais impressionante ainda. Que luz!

O frio lá fora, e a chuva grossa, acabaram por nos deixar muito tempo alí, olhando cada detalhe e desfrutando de uma calma quase impossível numa viagem.

No dia seguinte,  os céus se abriram e Barcelona ficou com sua cor “original”.

Fundação Miró

E um passeio até Monjuic, a colina que se ergue a sudoeste da cidade, é a melhor forma de ser ter uma visão total da beleza da cidade. Nesse passeio: Museu Nacional de Arte da Catalunha,  Pavilhão de Barcelona, Caixa Fórum, Fundação Miró, Jardins de Monjuic, Castelo de Montjuic, El Poble Espanyol. Difícil é decidir!

Teleférico de Montjuic

Por 9,30 Euros (ida e volta) esta cabine se eleva a 84,5 metros e percorre 750 metros até o Castelo de Monjuic. Vale cada centímetro!

A partir da estação, a vista da cidade vai se modificando…

La Sagrada Família, à esquerda. À direita a Torre de Agbar.

E o azul do Mediterrâneo se apresenta diante dos olhos.

Lá no alto o Castelo de Monjuic descortina uma visão.

Na volta, a gente mergulha nesse azul, e chega à região de Port Vell

Estátua de Cristóvão Colombo

Região de PortVell

E seguindo toda a vida, chegamos à Vila Olímpica.

A partir daí, nosso tempo no Bus Turistic acabou. Como se locomover nessa cidade? Para quem vai ficar mais de dois dias ou está com dinheiro mais do que contado, Barcelona oferece um excelente transporte público. E há várias opções de bilhetes (tarjetas) dos simples para uma única viagem  (1,45 euro), o T-Dia 5,90 Euros para a Zona 1.

Para chegar ao Parc Guell por exemplo, é muito melhor pegar o 24 (ônibus) na Praça de Catalunha do que saltar do Bus Turistic (este nos deixa perto, mas a gente teria que encarar uma bela subida). O ônibus de te deixa na Carretera de Carmel-Parc Güell, na cara do gol!

Parc Guell

Além da vista deslumbrante deste fim de tarde, visitar o Parc é realmente uma emoção. Carol mal se continha.

Saindo pela entrada principal, é só descer (o que teria que subir) e pegar o mesmo ônibus 24 e voltar. Esse ônibus passa no Passeig de Grácia, uma avenida lindíssima, chiquérrima, onde você vai encontrar nada mais nada menos que a  Casa Batló, Casa Milá, e vários outros edifícios modernistas.

Para passear pelas Ramblas e Barceloneta, pegue o 14 (também passa na Plaça Catalunha, onde também passa o 50 que leva até o Teleférico de Montjuic.

Ramblas -Fuente de Canaletes

Para o Templo da Sagrada Família, o melhor é o metrô, cuja a estação de deixa quase dentro do templo.

Poderia falar e ficar em Barcelona muito, muito mais. Aliás, plagiando meu querido Rafael: – Eu moraria em Barcelona!

Mas Madri nos esperava…

Até

Anúncios



Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

outubro 2019
S T Q Q S S D
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: