Posts Tagged ‘pontos turísticos de Roma

08
jul
11

Roma, por onde andar ou se perder?

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Vamos nos localizar?

Roma é um lugar desses em que a gente surta antes mesmo de chegar. É tanta coisa para ver, tanta história… Quando a gente começa a pesquisar, vem logo aquele sentimento: Não vai dar tempo de ver tudo! Logo que comecei a pensar em roteiros, desisti nas primeiras tentativas, tamanha a ansiedade.  Então fiz uma lista do queria muito ver, mas ao mesmo tempo, não deixei nada estanque. A não ser os Museus do Vaticano, cujos ingressos tinham dia e hora marcados.  Essa lista e um mapa, me ajudaram a estar em Roma, respirar a cidade, e conhecer o que eu queria, sem parecer uma excursão, com aquele indefectível guia empunhando um guarda-chuva, me dizendo o tempo que podia permanecer em cada canto (vimos essa cena às dezenas).

O que eu fiz, foi tentar dividir os lugares imperdíveis por localização:

Norte:   Villa Borghese (um parque que mais parece o paraíso, imperdível),  bem na pontinha do parque, Villa Médici, mais um pouquinho abaixo, está Trinitá dei Monte, uma igreja lindíssima de onde se vê a cidade (subinho os degraus da Piazza di Spagna, ” Spanish Steps”) e  mais para  a esquerda, a Piazza del Popolo, de onde sai a avenida mais central, a Via del Corso.

Piazza di Spagna

No centro: Pela Via del Corso (quase no meio do mapa), à direita, entrando pela Via Marco Miguetti, andando por ruinhas estreitas, escuta-se o barulho de água. É a Fontana di Trevi! Mais um pouquinho à leste, o Palácio Quirinalle.

Do outro lado,  atravessando a  Via del Corso, é só encontrar a Via Del Seminario que vai dar no Pantheon/ Sta Maria  della Rotonda, e mais uns quatrocentros metros para oeste, a maravilhosa Piazza Navona.

No sul:

Seguindo a Via del Corso até o fim, lá está a   movimentadíssima Piazza Venezia, e o imponente Monumento Nazionale a Vittorio Emanuelle.

Monumento Nazionale a Vittorio Emanuelle II

No sul:

Mais uns setecentos metros para o sul, seguindo pela Via dei Fiori Imperiali, chegamos a Colona TraianaForo Traiano , Coliseu, o Arco de Constantino, e Foro Romano.

aArco de Constantino e Coliseu

E mais um pouquinho, em direção ao Rio Tevere, está a Piazza de la Boca de la Veritá e o Circo Maximo.

No leste:

A Estação Termini,

Termini (estação central de trem e ônibus)

E coladinho à Estação está a Piazza de la Republica, a Basílica degli Angeli e dei Martiri e um pouco mais para o sul a Basílica de Sta Maria Magiore .

Basilica dei Martiri

No oeste:

Cruzando a cidade, passando pelo Rio Tibre, bem a oeste, está o Vaticano, a Basílica de São Pedro e Castel Sant´Angelo.  E “entre os pontos cardeais”,  uma cidade única, onde cada centímetro nos leva a um monumento,  a uma praça estonteante e a séculos de história!

Foro Romano

E claro! As margens e pontes do Rio Tevere!!!! Para andar e andar… E se deslumbrar.

E como se locomover entre tantos “must see”?  O sistema de transporte público de Roma é bem eficiente, e de maneira geral, há muitos táxis rodando, embora chamá-los por telefone,  não seja assim tão fácil e confiável, segundo a gerente do nosso hostal. Como toda cidade grande, nos horários de pico, é muito difícil, (quase impossível) pegar um ônibus que não esteja lotado. Principalmente se seu destino for a região de Termini (onde estão a maioria dos hotéis, hostels e B&B “on a budget”).  Para utlilizar tanto os ônibus, quanto o metrô, é só comprar (em bancas de jornais, tabacarias, e nas estações de metrô) o bilhete que melhor se adequar às suas necessidades.

BIT – custa 1,40 euros e vale por 75 minutos a partir da primeira “validação” (nem sei se essa palavra existe)

BIG – custa 4,00 euros e vale um dia inteiro de viagens ilimitadas(ônibus e metrô)

BTI – custa 11,00 euros e vale por 3 dias de viagens ilimitadas (ônibus e metrô)

Com esse bilhete, a gente entra no ônibus e o coloca na abertura da máquina para validá-lo. No metrô é a mesma coisa.

Também há os Ônibus Turísticos;  acho que umas três ou quatro companhias oferecem o serviço. Todas partem de Termini. E é muito fácil comprar os tickets, no próprio ônibus, ou com os revendedores que ficam rodeando os pontos turísticos. A maioria faz o esquema Hop-On/Hop-Off, em que se pode saltar em qualquer ponto e depois subir outra vez em qualquer parada. Os tickets são válidos por 24 ou 48 horas. Se por um lado pode  ser legal, para se situar na cidade, e ter certeza que alguma hora o ônibus vai passar e te levar a Termini, tenho lá minhas dúvidas, se na alta estação, não se vá perder um tempo precioso, esperando um ônibus.

Por outro lado, é ótimo para tirar fotos e descansar as pernas…

Do lado de fora da estação, há um quiosque de informações turísiticas, onde você pode saber quais linhas de ônibus passam em cada ponto turístico, estão todas relacionadas e escritas em um cartaz.

A linha 40 e a 64, (partindo de Ternin)i,  passam em Vaticano, Piazza Navona, Piazza Venezia, Campo de Fiori, Pantheon.

A linha 910 passa na Vila Borghese, a linha 75 no Coliseu.

Para outros percursos, clique aqui. É só digitar o ponto de partida, e onde quer chegar.

Nos próximos posts, mais Roma, é claro!

Anúncios



Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

agosto 2019
S T Q Q S S D
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: