Posts Tagged ‘Trem Europa

10
fev
10

reeditando viagens 4 -salzburg-

Para fazer esse roteiro, pesquisei muitos sites e blogs. Salzburg entrou, porque de Innsbruck à Praga, teríamos que fazer uma escala de qualquer jeito e segundo o site das companhias de trem da Austria e Rep. Checa, a conexão seria ou em uma cidadezinha da Alemanha ou em Salzburg.

Então, devido ao atraso do nosso vôo de Londres para Innsbruck, só pudemos ficar uma noite e dois dias em Innsbruck. No dia 10, acordamos, tomamos um mega café da manhã, fizemos o check out, pegamos nossas malinhas e fomos a pé para a estação de trem. Compramos as passagens para Salzburg. Nosso trem sairia às 12 e 45.

O trem chegou pontualmente. Para nós, pouco acostumados a esse tranceté de trens, rolou uma certa dificuldade para acharmos a segunda classe e uma cabine, em meio às pessoas e respectivas malas. Funciona assim: o trem chega e todo mundo se movimenta  rapidamente, pois o trem sai rápido. Uma vez dentro do trem, a gente procura uma cabine. Pelo menos nos trens que pegamos até hoje, não há lugar marcado. As cabines tem 6 lugares, tres de um lado, tres de outro.

Em cima, o bagageiro. Mais um vez, malas pequenininhas vem bem a calhar.

Achamos uma cabine com só duas moças e nos acomodamos. A cabine é confortável, quem senta nas extremidades, tem até uma mesinha e tomada para carregar celular ou computador.  Pouco tempo depois que o trem sai da estação vem o controlador para verificar os bilhetes. Mais um pouquinho e vem uma moça com um carrinho vendendo comidinhas e bebidas. Mas que é engraçado você viajar com gente que você nunca viu, sentado bem em frente a você, é. Uma das moças, era meio, como direi, entojada. Mas logo depois ela começou a babar na gola… Nosso trem parou em duas estações antes de chegarmos a Salzburg.  Mais ou menos 3 horas de viagem.

Era domingo, e a estação de Salzburg, um pouco confusa por causa de uma obra de modernização. Eu sabia que era muito perto de nosso hotel. Mas um coisa é você olhar no mapa, outra coisa é se localizar e saber que rua pegar. Fizemos uma parada técnica no Mac Donald que fica no shopping center em frente a estação, para um pipizinho.  Carol pediu batatas fritas, na base da mímica e veio um hamburguer. alemão não é o nosso forte. Depois, tentamos achar a tal da rua que supostamente dava no hotel, mas andamos em círculos.  Decidimos pegar um táxi. Rapidinho, estávamos no Hotel Lasserhof.  Meu dedinho de ouro não desapontou. Não é bem no centro histórico, mas dá tranquilamente para ir a pé, que é a melhor maneira de conhecer uma cidade.

Hotel Lasserhof


Fizemos o check in, pegamos o mapa da cidade, largamos as malas e fomos bater perna…

Deu para “notar” que tinha nevado à beça, embora na hora em que chegamos a neve estivesse fraquinha…

O rio Salzach corta a cidade. Do outro lado está a cidade histórica, ornada por Festung, a fortaleza de Salzburg.

Mapa de Salzburg em italiano.

Aliás, tanto em Innsbruck como em Salzburg, muitos italianos!

Atravessando o rio, você está chega à parte histórica da cidade que é linda! A primeira coisa que chama a atenção, é que a cidade é cercada por montanhas. Essas áreas verdes do mapa.

A música é uma constante. Afinal, é a cidade onde nasceu Mozart. Mozart é o “garoto propaganda da cidade”. Ele está em toda a parte, desde bonequinhos simpáticos a camisetas, caixas de bobons, licores em garrafinhas com formatos de instrumentos musicais… Mozart bomba em Salzburg.

Na parte antiga da cidade, a arquitetura barroca é um colírio para os olhos. Neste primeiro dia, como já estáva anoitendo, vimos as luzes se acenderem. A iluminação deixa ainda mais “dramática” a paisagem.

Essa sensação de estar numa cidade pela primeira vez, é o que eu mais adoro! Cada detalhe é uma descoberta.

Ruinhas, lojinhas, sons e cheiros. Salzburg é encantadora. Me apaixonei logo na primeira noite. Andamos sem compromisso por toda a cidade antiga, degustando os pequenos detalhes.

Casa de Mozart

Voltando para o hotel…

Detalhe da porta do elevador em Tromp l´oeil.

Nosso hotel era meio vintage. Mas bem confortável. Um ótimo café da manhã, (um dos responsáveis pela minha atual forma física).

Festung, fica para a continuação…

Anúncios
13
jan
10

12 de janeiro, salzburg, trem, praga…

Nem eu mesmo estou conseguindo me seguir,  me entender e me atualizar.  É logico, que farei um  revival da viagem, com  vários posts.. Nem 1 quinto das fotos,ainda !!! Mal surtei em Salzburg, num dia de neve maravilhoso, muralhas, fortaleza, a cidade lá em baixo e eu alí. Como se fosse absolutamente normal.

Nossa manhã foi uma correria contra o tempo. Tínhamos que comprar as passagens de trem para Praga. No site, em alemão, impossível! As crianças saíram correndo para a estação que fica perto do nosso hotel, enquanto eu arrumava tudo. Nossa bagagem, parece que explode quando entramos num quarto de hotel. Na hora de ir embora, tem que juntar tudo em tres malinhas…Rola um trabalho…Fazer check out, correr até Mirabell Palace para as últimas fotos… foi uma gincana.

Deixamos Salzburg, numa linda manhã de sol. Dessas que dá vontade de ficar mais um dia.  Mas lá fomos nós…

De Salzburg para Praga, não tinha trem direto. Tínhamos uma troca em Linz ainda na Áustria. Conexão apertada, cerca de 10 minutos para sairmos de um trem e pegarmos o outro em direção à Praga. Nosso trem demorou para sair, então, em tese, já estávamos atrasados. Quando o controlador veio conferir nossos bilhetes, Daniel disse a ele que tínhamos que pegar outro trem em Linz, e ele nos tranquilizou dizendo que ia telefonar. Mas, euzinha fiquei tensa, muito tensa!

Chegando a Linz, saímos literalmente correndo do trem para achar a outra plataforma. O trem para Praga, realmente estava nos esperando. Mas o Dani, quase derruba a malinha nos trilhos.

Depois de horas de trem atravessando a Austria e a República  Checa, parando em muitas estações que pareciam saídas de filmes sobre a Guerra Fria, nomes impronunciáveis nos cartazes, alto falantes  anunciando coisas em línguas estranhas…em alguns momentos, me senti na lista de Shindler…emfim, chegamos…

Uma estação meio antiga, alguns baldes com neve ( que deveriam ser goteiras). Pessoas estranhas esperavam seus trens e nós, estranhíssimos,  chegando assim, como se fosse normal.

Tudo muito escuro e de cara veio um senhor com a cara torta, nos oferecer um taxi, lugar para ficar e tudo o mais que quiséssemos num ingles, the book is on the table…piorado pelo pequeno defeito que o fazia cuspir para o lado. Tentou nos empurrar o taxi de um árabe. Como ainda não tínhamos trocado dinheiro (aqui é Coroa cheka), o tal árabe queria nos cobrar 35 euros para uma corridinha ridícula até o nosso hotel, que eu sabia, era bem pertinho da estação. Viva google Maps!!!  Além da língua, da moeda e do fato de estarmos num frio de -8 ás 10 da noite numa cidade absolutamente desconhecida, tinha o fato de estarmos exaustos. Voltamos ao senhor de cara torta que nos levou a um segundo taxista…20 euros. Topamos.

Passamos por todo tipo de anúncios e luminosos, o que me fez imaginar que a tal cidade antiga tinha desaparecido. O taxista não falava nada de ingles mas  nos deixou bem em frente ao Atlantic Hotel. Uns 60 cms de neve entre o taxi, nós e o nosso hotel.

Entrar no nosso quarto quentinho, enooooorme, banheiro aquecido e camas deliciosas, foi a visão do paraíso. Detalhe= 50 euros por noite, nos três!!!!

Hoje de manhã, acordei meio onde estou, quem sou eu???  Mas sabia que tinha que levantar para aproveitar  o dia, que é curto! aonde mesmo???  Ah sim!!! Praga, Repúbica Cheka!! Nossa, faz tempo que eu queria conhecer Praga…E eu estou aqui!!!!!!!!!!!!!! Levanta!

A previsão para hoje era -12. Três calças térmicas, meu viajante e viajado poderoso homem das neves coat, duas meias thermal (que fazem toda a diferença, pois o pé não sua e daí não congela), botas de neve e minhas luvas…vamos tomar café da manhã e partir.




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

julho 2019
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: