Posts Tagged ‘York Minster

31
jan
10

reeditando viagens – York UK – 1

Revendo alguns posts sobre as cidades que conheci, percebi que na maioria delas, eu estava em tal estado de êxtase que mal pude descrever minhas impressões.

Meu objetivo, é, aos poucos, conseguir falar sobre cada uma das cidades que conheci, sendo que algumas merecem vários posts.

Não tenho intenção de fazer um guia, mas sempre é bom saber as impressões que quem já esteve in loco.

Mas por onde começar? Pelas últimas ou pelas primeiras? Paris e Londres, cidades em que fiquei bastante tempo e até rolou uma certa intimidade, ou Amsterdam, Salzburg, etc?

Decidi começar de trás para frente. As impressões estão mais frescas e as fotos também. Aliás, bem fresquinhas, na sua maioria, bordadas pela neve. Eu amo a história de cada lugar, gosto de saber a importância do que estou vendo.

Começo por York, então.

vista aérea de York

De Londres, pode-se ir de carro, avião, trem ou de ônibus, que é mais barato.  Bingo, fomos de ônibus.

Minha prima já tinha me dito. York é o máximo! E é. Imagine uma cidade  fundada pelos romanos em 71 AD, (AD quer dizer Anno Domini. Ou em inglês B.C – Before Christ, em bom português, A.C – antes de Cristo). Só por esta informação, já começa a ficar legal. Depois, em 415 A.C foi dominada pelos Angles (Germanic specking people), e invadida pelo Vickings em 866 A.C quando foi rebatizada com o nome de Jorkick. Jorvick Museum é uma das atrações da cidade. Nos anos 627  D.C uma ingreja de madeira foi construída para batizar Edwin, o rei da Nothunbria, destruída em 714 por um incêndio.

O nome York, veio depois, no século 13. E, como na Idade Média, a moda era competir em catedrais góticas, o arcebispo ordenou a construção de uma, em York, já que Canterbury tinha uma. A construção começou em 1220. Pronto, o cenário histórico, que eu amo!!! Falando do cenário geográfico, tenho paixão por cidades cortadas por um rio, pois isso normalmente quer dizer uma paisagem linda, pontes maravilhosas, gaivotas, etc; York também tem essa característica. E cortada por dois!!

Não é lindo?

Como eu dou uma pesquisada sempre, e costumo checar e reservar as “acomodações” com uma certa antecedência, meu veredito é que as B&B (bed and breakfast, normalmente são como as nossas pousadas, geridas por famílias, que moram ou não no mesmo local) são as mais baratas acomodações em York.

Da estação de ônibus, que também é a de trem, até a rua onde estão várias B&Bs, optamos pelo táxi, mas depois que conhecemos a cidade, deu perfeitamente para ir a pé, tanto que o taxi deu míseras 5 libras. Nessa rua, Botham Crescent, há várias dessas Guest Houses; demos sorte, pois como era Natal, a maioria estava fechada.

(Sei que estou parecendo um esquilo, mas debaixo de zero, abaixo o estilo- desculpem o trocadilho-, quero mesmo é ficar quentinha.)

Ficamos três dias em York. Na minha humilde opinião, não há necessidade de muito mais tempo. Dá para conhecer a cidade a pé, mesmo que, como no nosso caso, você tenha meio que esquiar, e andar meio se equilibrando para não se estabacar e congelar o busanfan.

Passando por esse portal, você está no centro histórico de York. Mais um pouco, chega a York Minster.

É uma visão!

O interior é lindo, e tão cheio de detalhes, que se pode passar duzentos anos numa visita guiada.

Agradeci muito estar alí. Mas a gente fica meio perdida e não sabe aonde rezar direito…

Logo em frente, e não por acaso, começa o centro comercial de York. Depois da prece o  mais puro comsumismo.

Loja de lembranças de York, griffes, Acessorize, etc….

E chega-se a praça…O “baixo York”…

Nesta praça, você se localiza ou se perde.

Nos perdemos um pouco. Mas como se perder é encontrar coisas novas, demos de cara com o mais puro camelódromo de York.

Depois nos encontramos, e passeando fomos dar em Cliffords Tower. http://www.cliffordstower.com/york.htm

Que na minha opinião, foi meio estragada por um gigantesco estacionamento nos seus arredores. E há uma grande discussão, pois está sendo cogitado a construção de um enorme shopping center também.

Seguindo em direção ao rio Ouse, atravessa- se uma rua, um parque…

E chega- se na River Walk. Eu adoro passear ao longo de rios. Peguei essa “mania”, em Paris.

Passamos um bom tempo, vendo essa paisagem.

No dia seguinte, em pleno Natal, fomos andar nas muralhas….

Ao sudoeste da cidade, de onde se observa visuais alucinantes…

E aproveitamos o tripé “aranha” para tiramos fotos juntas, fato impossível sem pedir a alguém.

Em pleno dia 25, éramos só nós…

As muralhas,

e muita neve…

Voltando ao centro histórico, consegui uma foto hitórica. O portal sem ninguém, nem nenhum carro passando!

E logo a noite cai, dando lugar a esses visuais

Bom, ficou enorme! Mas é só uma pincelada nesta cidade linda da Inglaterra. Recomendo!!!

Anúncios
27
dez
09

FOTOS DE NATAL

No dia 25, está literalmente tudo fechado. Todo mundo em casa, então a cidade ficou só para nós. Com o meu mais recente brinquedinho, ficamos tirando fotos.

Essas são as muralhas da cidade.

Eu amei essa foto!!!! Muralhas, Yorrk Minster ao fundo, um dia lindo, tudo branquinho de neve e nós duas em pleno Natal.

E voltamos à York Minster, afinal era o dia de Natal.

E agradecemos muito por este Natal tão lindo!

09
dez
09

PLANOS PARA O NATAL

A internet me possibilita momentos maravilhosos.  Ler sobre tudo, pesquisar e dar uma espiada em cidades que eu nunca fui,  ler sobre a história  e ainda passear, dar uma espiada pelo Google View…aliás, ele, o Google sabe mesmo de tudo que eu faço, planejo e desejo.

Ontem,  falando pela mesma internet com Daniel, nos demos conta que passaríamos o Natal em Londres, juntos. O Dani mora num flatshare, em bom português, um quarto dentro de um apartamento, cuja sala e a cozinha são coletivas.  Nos imaginamos em pleno dia 25, quando não há transporte algum na ciade,  presos em casa ( no quarto) ou compartilhando um almoço natalino. Isso sem falar na véspera.  Christmas eve.  Um arrepio tomou conta do meu ser.  Em questão de segundos, decidimos uma saída pela esquerda, no mais puro estilo Leão da Montanha (um antigo desenho animado dos anos 60). Vamos fugir!!!

Em cinco minutos, pela mesma internet, fucei as possibilidades, incuindo as financeiras e vamos ter o Natal mais tudo de bom de todos os tempos. Vamos fazer um bate-e-volta numa das cidades mais deliciosas da Inglaterra.  York! Pertinho de Londres, uma hora e pouco de trem e como é Natal, hotéis baratos. Totalmente Idade Média, a cidade tem muralhas, ruelas e uma das Catedrais Góticas mais lindas da Europa,  York Minster.

Agora me digam, dá pra ser feliz sem internet??? Eu, sou totalmente addict.




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

setembro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: