Archive for the 'HEATHROW AIRPORT' Category

05
fev
12

Neve em Londres (a white sunday)

ESTE BLOG MUDOU  DE ENDEREÇO: 

http://www.maladerodinhaenecessaire.com/

Ainda em Lisboa, eu olhava para o celular e custava a acreditar. No Accuweather (aplicativo para Android que mostra a previsão do tempo e a temperatura), floquinhos de neve apareciam na previsão para Londres em dois dias.

Até a semana passada, fim de janeiro, o inverno estava tranquilo. E em Lisboa, pegamos dias lindos,  temperaturas de 2 dígitos, mas o noticiário mostrava a onda de  frio impiedosa que “pousou” na Europa. No dia em que voltamos, comecei a crer. A neve tinha dia e hora marcada para Londres. Por volta das 6 da tarde de ontem. E com pontualidade britânica, começou a nevar. Forte!

E em questão de minutos, ficou tudo branquinho… Não resisti! Meu momento “carrapato a serviço do fato” aflorou e mesmo morrendo de medo de levar um estabaco, peguei meu super casaco e saí.

O frio diminui quando neva. E a paisagem fica como em cena de filme de sessão da tarde.

E tome de neve!

Eu e a “nevasca’.

E foi assim a noite inteira. Na BBC o noticiário dizia que desta vez a cidade estava preparada, que já tinha aprendido as lições de nevascas passadas, mas o fato é que de manhã nas radios, pediam para as pessoas não saírem de casa, se não fosse absolutamente necessário. Heathrow cancelou 1/3 dos vôos, assim como os outros aeroportos, e minha filhota ficou entalada em Eindhoven, na Holanda. Vôo cancelado.

De manhã a paisagem da janela me fazia lembrar mais uma cena de filme. Ninguém na rua e tudo branquinho! Um pouco assustador, ver esse cruzamento assim…

E lá fui eu fazer o reconhecimento da área…

E daqui para frente, as fotos parecem ser todas em preto e branco. Mais branco do que preto…

Nevou muito!!!  E a essa hora da manhã, só alguns carros “maculavam” a brancura total. Nas ruas de maior movimento e locais de grande circulação, jogam sal para derreter a neve e uma mistura de areia para dar aderência.

Highbury Fields depois da neve

Parecia mesmo um outro parque .Uma outra cidade. Um silêncio diferente pelo ar.

Assim, antes de todo mundo passar, é lindo!

Por alguns instantes, me perguntei o que eu estaria fazendo a essa hora se estivesse no Rio. Estaria derretendo! Dei uma olhada na temperatura do Rio no celular. Máxima de 39 graus!!! Um arrepio percorreu o meu encapotado ser. E uma felicidade infantil me fez sorrir,  sozinha nessa esquina… Acho que não suporto mais o calor!

É pena que dure pouco. É assim… como bolo de festa de aniversário de criança. Depois que a festa acaba, a  realidade não é nada bonitinha. Durante o dia não nevou mais, caos nas estradas e nas railways e as ruas  ficam assim…

E no final do dia, fica parecendo areia de praia, tudo escorregadio, com poças de água que viram gelo, e todo mundo anda miudinho para não se estabacar de buzanfam no chão.

Agora, a previsão é de gelo e mais frio. Brrr!

Até!

Anúncios
14
jan
12

Sala Vip e Classe Executiva (terceira parte)

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Enfim o embarque! Depois de anos de Air France, toda apertada na “charmosa” classe Voyageur, a econômica (principalmente no espaço) da companhia francesa, voar na Executiva, não é um up grade, é um upprêmio, e parodiando o Riq Freire, é quase para trocar o nome para Tassia Shando!  Como eu disse no post anterior, o embarque é prioritário, ou seja, quem está na executiva e primeria classes, embarca primeiro, acomoda seus pertences tranquilamente (tranquilamente mesmo! não tem que disputar espaço com ninguém, e sua malinha/bagagem de mão, nem é  pesada ou medida antes de entrar no avião –  o limite da Tam para bagagem de bordo é de 5 quilos).

bagageiro classe executiva TAM

E assim que você se senta (e se sente), começa o serviço de bordo! Um paparico atrás do outro. Perde-se a conta de tantos – A senhora gostaria de … A senhora aceita ….?  A senhora…?

mapa de assentos TAM airlines A330-200

Para entender melhor: da direita para a esquerda, as 4 poltronas enviezadas são da Primeira Classe. Quatro únicos e exclusivísssssssimos passageiros. A diferença para a executiva, além da poltrona que deita mesmo (180 graus) é o cardápio (deve ter ostras frescas dos mares tailandeses e suas repectivas pérolas, hehehe!).

Fonte: Airlines.net

poltrona classe executiva TAM

Depois vem a primeira galeria da Classe Executiva, que na minha opinião é mais exclusiva (onde viajamos), pois são só doze poltronas, agrupadas em pares, que ficam  distantes o suficiente para você não ter a mínima idéia de que viajou daquele lado.

O lugar mais legal, sem dúvida, são as poltronas do meio, pois para levantar durante a noite, não precisa passar por cima de ninguém, que estará literalmente dormindo, esticadinho.

Mais atrás, a segunda galeria da Classe Executiva, com vinte e quatro poltronas, e depois, a Econômica.

poltrona da clase executiva da tam

A poltrona é realmente super confortável, e o espaço entre a sua e a da frente é inacreditável. Nos primeiros momentos, a gente não sabe o que fazer com as pernas e dá até para sentir uma certa solidão e saudades da sua bolsa que fica láaaa longe ! Mas em cinco minutos, já desenvolve um apego à situação!

Nas costas da poltrona da frente, tem o sua TV particular (grande),  porta revistas, porta trecos, lugar para colocar travesseiro (de verdade) que vem junto com um cobertor. No braço da poltrona, tem tomada (para carregar o que você quiser) e entrada USB.

No encosto, luzes particulares (absolutamente necessárias, pois depois do jantar, a escuridão é total, e até o café da manhã é servido, para quem já acordou, no lusco-fusco, para não atrapalhar quem ainda está dormindo.

A poltrona é toda hightech, e pode fazer tantos movimentos e ficar em tantas posições, que dá para brincar de vídeogame com o próprio corpo. Como dá para ver na foto, a poltrona não reclina/deita 180 graus, mas realmente não fez muita diferença. Neste braço da poltrona, ainda há o controle remoto da TV. São zilhões de opções de filmes, músicas, joguinhos, que seria necessário um vôo ida e volta sem escala  para a China, para dar conta de ver tudo. Mas depois do “hardware” voltemos ao “software”: o serviço de bordo é mesmo um mimo atrás do outro. Assim que a gente se acomoda, vem um/a comissária para nos informar as opções de drinks e aperitivos, oferecer as revistas, o travesseiro, o cobertor, a nécessaire (vem com escova e pasta de dentes, pente/escova de cabelo, tapa-olhos, meias, lencinho, lipbalm, calçadeira, etc), além de um enorme cardápio.

Depois ela vem com a garrafa da bebida  que escolhemos (Champagne, bien sûr!) e pouco depois um potinho com uma variedade de castanhas, nozes e macadâmias aquecidas.

Enquanto isso, a Econômica está se acomodando (nunca mais vou esquecer disto, quando estiver lá!). E em questão de minutos, nos perguntam se queremos mais alguma coisa, se está tudo bem, se já escolhemos os vinhos, as entradas, o prato principal, a sobremesa… – A senhora deseja …? Mentalmente respondi algumas vezes: –Sim! precisamos discutir a relação! Estou um tanto sufocada, você não me dá tempo de  pensar!

E assim, com este espaço todo, e com todo esse paparico, a gente pensa até em ter uma insônia, para aproveitar e não perder nadinha. Como assim, de qual país será o vinho para acompanhar o prato principal? Patrícia escolheu um alemão, e eu um francês. Ooh lá lá!  Enfim, o início do vôo parece que estamos num restaurante sobre asas! Os comissários usam uma espécie de avental, e com o bloquinho, anotam até seus pensamentos.  E quase não acreditei quando oferceram uma balinha. Sim, uma inocente balinha, igual às servidas nos vôos domésticos e na econômica (aquela balinha foi a única conexão com o mundo real, uma ligação com as origens, hehehe!).

entrada jantar da Executiva da Tam

Para servir o jantar, as luzes já diminuem. Sorrindo e silenciosamente, os comissários “põe a mesa”: toalha, guardanapos, e talheres (de verdade). Nos entregam um babador (sim, uma babador!) e delicadamente depositam a entrada.

Jantar Classe Executiva da Tam

Pão de ervas, manteiga, salada com rosbife (deve ter um nome bem mais pomposo, ah sim, é só verificar o meun, né?

Entradas
Folhas Verdes apresentadas com Rosbife de Filet Mignon realçado com
Mostarda Antiga
Folhas Verdes servidas com Queijo Feta, Tomate, Cenoura e Amêndoas

Seleção de Pães Quentes

Sopa
Creme de Espinafre

Pratos Principais
Filet de Robalo servido com Azeite de Ervas, Creme de Palmito com Lentilhas e Legumes grelhados
Filet de Frango em Crosta de Castanhas apresentado com Batata Rösti e Aspargos
Nhoque de Mandioquinha realçado com Molho de Tomate Concassé, Alho-poró e Manjericão

Queijos
Seleção de Queijos

Sobremesas
Torta Mousse de Chocolate Branco e Manga realçada com Calda de Manga
Sorvete
Variedade de Frutas Frescas

Depois o prato principal, que estava tão gostoso, que comi antes de fotografar (momento carrapato a serviço do fato) e a sobremesa também uma delícia, tendo sempre seu copo de vinho, devidamente abastecido. A essa altura, as luzes estão no mínimo, e assim que o serviço é retirado, já está todo mundo  “agarrado ao seu ursinho de pelúcia”, e… bocejando.

classe executiva TAM

É hora de reclinar sua poltrona (quase uma cama, mas não é 180 graus), subir o descanso para as pernas,  puxar seu cobertor, ajeitar seu travesseiro e escolher seu filme, música, etc e escutar tudo isso, num headfone (de verdade). E eu que sofro de insônia, principalmente em vôos internacionais noturnos, descobri o melhor remédio e a receita seria assim:

ao anoitecer – sala vip (sem restrições)

antes do jantar – champagne (à vontade)

antes de dormir – poltrona da classe executiva

Ok, não dormi a noite inteira, mas dormi!! Vi ums filmes (nem todos até o final), e quando dei por mim, lá estava a comissária, anotando o que eu queria para o café da manhã:

Café da Manhã
Frutas Frescas da Estação
Variedade de Frios
Pães Quentes
Sanduíche recheado com Queijo Gruyère, Presunto e Tomate
Omelete recheada com Queijo Mussarela e Peito de Peru e apresentada com
Queijo Coalho
Iogurtes
Cereal
Geleia e Mel

Café da manhã TAM Classe Executiva

Queijo, presunto e o melhor de tudo! Você está absolutamente inteira, e nem parece que está viajando há 10 horas.

O desembarque também é prioritário, e até a imigração em Heathrow é diferenciada. E quando  finalmente saímos do aeroporto, eu estava me sentindo abosolutamente pronta para o dia, para a semana! É por isso que os executivos ocupadíssimos viajam na Classe Executiva, né? Para não chegarem espremidos, derrubados, amassados e detonados aos seus destinos.

Faz realmente toda a diferença e sem dúvida nenhuma, uma experiência deliciosa, para uma essa viajante que vos fala!

Agora que aterrisamos, vamos continuar viajando, por Londres, e por onde os caminhos me levarem.

Até!!!

18
abr
11

Londres – Rio, a reentrada

Depois de quase quatro meses, muito vôos e aeroportos, alguns trens, ônibus, vaporetos e metrôs,  cá estou eu, em meio ao difícil regresso e consequente readaptação ao território nacional.  Os vôos de volta foram tranquilos*, com um asterisco.   *Minhas malas sumiram!!!!!. Para ser mais exata, nem embarcaram no vôo comigo! meu vôo Londres – Rio, pela Air France é sempre desdobrado em dois vôos. Londres (Heathrow) – Paris (Charles de Gaulle) e de Paris para o Rio.  Em Londres a funcionária do check in resolveu me batizar de novo e registrou as bagagens com outro nome. A mulher não embarcou e então retiraram minhas malas do vôo, em Londres! E eu só fui perceber que o recibo da bagagem tinha outro nome quando cheguei a Paris! Falei com a moça do check in em Paris, que me indicou outro guichê, cuaja a atendente me reconduziu a outro, e me deixou reentrar no desembarque, para procurar o serviço de bagagem da Air France. Coisa simples, considerando o tamanho do aeroporto! Concluindo, me deram um dossiê, cujo numero é inválido quando digitado no site, e até agora, eu não tenho nem pista de onde está tudo que é meu!!!!! Por tudo, leia-se tudo, tudo mesmo, mesmo. Por que eu despachei? Porque Marguerite (minha artrite reumatóide) que se comporta muito bem quando viajo, se revoltou (provavelmente porque eu estava voltando) e resolveu aparecer às vésperas da viagem de volta. Meu ombro começou a doer muito e  para não carregar peso, despachei o que NUNCA se deve despachar! Carregadores de celular, das câmeras, gêneros de primeira necessidade,  remédios (inclusive e principalmente para artrite) cartões de memória com todas as fotos!!!! e do netbook também, enfim, tudo o que você tem que levar com você. Ai que ódio!!!! eu nunca despacho essas coisas. E nunca tive problemas com malas!!!

Enfim…. só passa por isso, quem viaja!

Back home experience…

1- Às 5 58 horas da manhã, desembarquei no Galeão! Alguém no check in da Air France? No bureau de informações? Nem no da Air France, nem em nenhuma das Cias Aéreas!!!!  O aeroporto inteiro às moscas! Até a funcionária da Alfândega, parecia estar com o travesseiro embaixo do guichê. Eu poderia ter trazido  a Tour Eiffel que ela nem ia notar!  A esse hora da manhã, se você tiver algum problema, alguma dúvida, chore!!!

2- Alguém viu o outono por aí? O bafo característico do Rio nos saldou, em pleno abril, antes mesmo de sair do saguão. A porta automática se abriu  e senti o calor subindo até as têmporas e imediatamente comecei a suar. Muito!

3- Munida do meu chip da Tim (o qual ingênuamente tinha carregado com muitos reais de crédito, mesmo nunca tendo um unico minuto de roaming internacional), tentei ligar para o táxi (uma companhia que cobra muito menos que os táxis do aeroporto).

Voz da TIM

-Seus créditos  expiraram. Você não tem saldo suficiente para efetuar essa chamada.

Voz interior

– Que m! A TIM me roubou de novo!!!

Tentei recarregar com cartão de crédito e descobri que tudo o que já tinha feito no passado (cadastrar meu número TIM, ir até um caixa eletrônico, enviar fotos da família, certidões, tudo em 3 vias carimbadas e com firma reconhecida, etc, etc) também tinha expirado junto com os créditos!!!!  Eu e meu número não existíamos mais!!! tres meses fora e você evapora! Como alguém precisando chamar um táxi pode ir até um caixa eletrônico para cadastrar um número de celular???! Quando o aeroporto finalmente acordou, Carol achou uma livraria que vendia créditos (só com dinheiro vivo, pulando e  saltitante!) e com dimdim, meu número milagrosamente ressucitou!

Mensagem da Tim

Parabéns! Você acaba de cadastrar seu Tim chip!   -&$$O!W?W??

Segunda mensagem da Tim

No portal de voz da Tim a azaração rola solta! Aproveite e saiba o seu horóscopo! Só 0,69 /min!

Ai que ódio!!!!

Enquanto esperávamos o táxi, do lado de fora do aeroporto, o sol implacável, me fez lembrar que eu moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza, mas que beleza! e que calor! em alguns minutos eu já estava com toda a roupa grudada no corpo!  e a franginha repartida em pingos! meu humor estava a um passo da mais tenebrosa das DPVs!

Chegando em casa, numa das 34560 mil correspondências inúteis, me informaram que  minha conta bancária também está inativa por mais 90 dias e que preciso urgentemente confabular com meu gerente (que sabia que eu ficar fora esse tempo todo!).

Compras de sobrevivência…

Embuída de toda a coragem que tenho em meu ser, fui ao supermercado da esquina, com uma nota de 50.  Mas me deparei com um trem fantasma! Em cada corredor, o pânico aumentava! A inflação destrambelhada voltou??? O que aconteceu???  Quem sou eu??? quem é Dilma? Onde ela está?  Onde estou??? pão de forma 5,99??? E o Nescafé? É isso mesmo?! ai meu Deus!!!!  O que aconteceu??? Quando está a passagem de volta???

Ok.  Acho que preciso de um tempo…  Devia ter lido o horóscopo da Tim!

17
jan
11

Londres, informações úteis 1 (aeroportos e transportes)

Chegar  a Central  London vindo dos aeroportos não é difícil.

São 5  aeroportos. Heathrow, City, Gatwick, Luton e  Stanstead. Já parti ou cheguei de todos eles e todos tem uma maneira econômica de se chegar ao Centro de Londres.

Heathrow

É o aeroporto que suporta um dos maiores tráfegos de vôos internacionais do mundo. E normalmente os vôos que vem (sem escalas) do Brasil, chegam em Heathrow.

Opcões para chegar a Londres

Ônibus

National Express 6,20  GBP  (só ida)

Partida -todos os teminais de Heathrow

Chegada – Victoria Coach Station (daí pode haver uma ligação para outros pontos de Londres, mas precisa mudar de ônibus)

Bagagem – até 2 malas médias

Duração – 1h 15 (média)

Venda de tickets – central de viagens do aeroporto, pelo site, direto com o motorista

Tickets for all coaches can be bought from the travel centre at Heathrow central bus station or booked in advance with the operator. You may also be able to buy a ticket from the bus driver, subject to availability. Passengers using Terminal 5 will find a National Express ticket office inside the terminal, in the international arrivals area.

Trem

Heathrow Express

É sem dúvida a maneira mais rápida de chegar no Centro de Londres. Os trens circulam de 15 em 15 minutos.

16,50  GBP (só ida)

32,00 (ida e volta, vale por um mês)

Partida – Heathrow Central (terminais 1 a 3 e 5), terminal 4 – pegar um shuttle (grátis) para a central

Chegada – Paddington Station (é uma estação de metrô  bem central, perto do Hyde Park e Oxford Street) e de lá pode-se pegar o metrô para qualquer canto da cidade.

Venda de tickets – pela internet Heathrow Express, na estação em máquinas automáticas, que aceitam notas, moedas e cartão de crédito.

Metrô

Há três estações de metrô em Heathrow – uma na área central –  terminais 1 e3 , uma no terminal 4 e outra no terminal 5 (fácil de achar)

Picadilly line (duração +- 1 hora)

só ida aproximadamente 5,00 GBP

Venda de tickets –  em todas as estações nos guichês e nas máquinas automáticas.   Se comprar um Travel Card ou o Oister (cartão de transporte), já pode usá-los nos outros meios de transporte.

TFL Ótimo site para planejar suas viagens em Londres, Journay Planner – é só digitar de onde e para onde e o site indica os meios de transportes que você escolher, tempo de duração da viagem e as estções e paradas de ônibus relacionadas.

Táxi uma facada no orçamento, dependendo da hora umas 70 GPB. Há varias empresas on-line que oferecem o transfer.

City Airport

É o mais central. Normalmente é para vôos para cidades da Europa. Quando venho do aeroporto de Orly, é sempre lá que aterrissamos.

E de longe eu prefiro o DLR (Docklands Light Railway), o terminal para pegar o DLR é bem na saída do aeroporto.

Partida – na saída do aeroporto

Duração – 22 minutos

Chegada – Monument ou Bank Station ( de onde pode-se pegar outro trem (metrô) ou ônibus para o seu destino.

Preço – 4,00 GBP   (em dinheiro)

entre 2,50 e 2,90 (Oister)

Docklands Light Railway Train

Shuttle Express Service

É um ônibus especial que liga o City ao centro de Londres.

Mas os 28,00 GBP  são uma facada desnecessária.

Táxi

Depende muito de qual ponto de Londres será seu destino. Para uma estimativa – Oxford Street 30,00 GBP

Gatwick Airport

Alguns vôos da lowcost Easyjet  partem desse aeroporto.

Trem

Gatwick Express

Partida – Gatwick Airport

Chegada – London Victoria Station ( a estação de ônibus e praticamente do lado)

Duração 30  min

Sem paradas

First Capital Connect

Mais em conta.

preço – de 7,50 GBP  a 9,50 GBP (válido para o dia todo)

PArtida – Gatwick Airport (é fácil de achar)

Chegada – London Bridge Station (bem no centro de Londres)

Duração  40 min

Venda de tickets – on line (http://www.buytickets.firstcapitalconnect.co.uk/)  ou  no  próprio aeroporto (guichê ou máquinas)

Ònibus

Easybus

Luton to London Bus and Coach

O mais em conta de todos, a partir de 2, 00 para os dois terminais do aeroporto. Para reservar on line – http://www.easybus.co.uk/

Mesmo para passageiros de outras companhias.

Partida- Terminal Sul e Norte

duração – 1 h e 15 minutos

Chegada – West Brompton Underground alguns minutos a pé de Earl´s Court Undergound Station

National Express

Preço – 5,50 GBP

Partida – Terminal Norte e Sul

duração 85 min

Chegada – Victoria coach station

http://www.nationalexpress.com

Stanstead Airport

As companhias lowcost utilisam muito esse aeroporto, que fica a mais ou menos 40 km ao  norte do centro de Londres.

Stanstead Express

Preço – 20,00 GBP (on line)

Partida – Stanstead airport

duração 45 min

Chegada – London Liverpool Street  (Circle, Metropolitan and Hammersmith & City line)

https://www.stanstedexpress.com

Easybus

Assim como para Gatwick e Luton

Preço 9,00

Luton airport

Trem

First Capital Connect (ver  site acima)

Ônibus

Easybus (ver site acima)

Green Line

Preço – 15,00 GBP (só ida)

Duração – 80 min

Saída – em frente ao Luton Airport

Chegada – No site eles não especificam, mas quando peguei esse ônibus ele nos deixou em Marble Arch Station (Oxford Street/Hyde Park)

 

 

Minha experiência com todos esses meios de transsporte foi sempre a melhor. Lógico, com pouca bagagem, fica tudo muito mais fácil e barato.

Próximo post – como se locomover em Londres ( e algumas das minhas últimas aventuras)

Até!



 

 

 

 

17
abr
10

espaço aéreo europeu fechado até domingo…oh lá lá!

É assim que está a situação da nuvem de cinzas do vulcão Eyjafjallajokull…. Se o nome é difícil, a situação é ainda pior.

Até agora, só um e-mail genérico da Air France dizendo para acompanhar os informes no site da companhia. O call center é atendido por um robô e sobre o meu voo, só dizem que “está previsto”, como todos os outros que foram sendo cancelados…

Stand by… fazer  quê?

25
jan
10

aqui me tens de regresso…

Chegamos a Heathrow com alguma antecedência e como já tínhamos feito o check in pela internet, foi só despachar as malas. Eu, Carol e Pedro tínhamos então bastante tempo para preencher ainda em terras londrinas…

Fomos direto para um pub no aeroporto, na tentativa de aliviar um pouco a dor da partida com algumas pints. Mas mesmo com a cerveja deliciosa, aquele sentimento de o que era doce acabou estava lá.

O terminal 4 de Heathrow é bem legal, diferente do terminal em que sempre chegamos que, cá entre nós, é bem chinfrim.

Depois do pub, uma saidinha para um cigarrinho e fomos a outro bar, desta vez um francês, com cardápios lindos, tudo em art nouveau. Mais pints e desta vez fizeram um certo efeito, pois estávamos às gargalhadas quando nos demos conta que tínhamos que correr para o security.

Passado o tradicional striptease da segurança, ainda esperamos um tempinho para o portão de embarque abrir e lá fomos nós para Paris, que dessa vez só sentimos o gostinho, no aeroporto mesmo. Nossa conexão era meio apertada e mesmo sem poder sair do aeroporto, passamos por outro ritual de tirar tudo, sapatos, cachecol etc…As lojas do free shop já estavam fechando e nem deu para curtir umas comprinhas….

Nosso voo estava inacreditavelmente vazio. Carol ficou com duas poltronas e eu com tres só para mim.

Na fileira do meio, um ser inerte, já tinha se espalhado em todas as cadeiras e dormiu o voo inteiro sem nem acordar para as refeições! Morri de inveja, pois minha total incapacidade de dormir em viagens, mesmo depois de cervejas, champanhe e vinho servidos fartamente nos voos da Air France me fez ficar acordadíssima e perambular pelo avião a noite inteira. Muitos Haagen Dazs, champahes e sanduiches para preencher o tempo…dormir que é bom, nada.

Chegamos bem, se é possível estar bem com o choque térmico que se tem ainda no aeroporto. Enquanto esperávamos as malas, veio uma jovem, equipada com uma prancheta na qual se via uma enorme lista de perguntas, tipo uma pesquisa.

– A senhora é de que estado? Me perguntou a jovem animada com a tal pesquisa…

– Do estado de choque!!! Respondi sem pensar…Incrédula, a mocinha ainda insistiu, mas pela minha cara de desespero, desanimou e foi embora. Dá para acreditar que alguém chegando da Europa tenha alguma capacidade de responder a mais de vinte perguntas???

Ao chegarmos em casa, constatamos que estávamos sem nenhum meio de comunicação. Fixo, celulares e internet cortados por falta da pagamento. Eu sabia que em algum lugar tinha um chip pré pago, mas encontrar um chip na mala, foi uma tarefa exaustiva…

Dormi o fim de semana inteiro!

Agora, mais de 48 horas em terras tupiniquins, ainda me encontro em estado de negação. Tô meio perdida mesmo. Tres e meia da manhã de segunda e sei que amanhã tem Bom Dia Rio e depois Ana Maria Braga…Como é que eu vou pegar no sono sem ouvir o locutor da LBC falando??? De volta para a Band FM…fazer o quê? O pior é mulata globeleza, BBB e anuncio de supermercado, com chã, patinho e lagarto…

Esta semana começo a organizar o blog…só assim, revendo fotos branquinhas e fresquinhas, dá para refrescar…até!




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

outubro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: