Archive for the 'DEPRESSÃO PÓS VIAGEM' Category

18
abr
11

Londres – Rio, a reentrada

Depois de quase quatro meses, muito vôos e aeroportos, alguns trens, ônibus, vaporetos e metrôs,  cá estou eu, em meio ao difícil regresso e consequente readaptação ao território nacional.  Os vôos de volta foram tranquilos*, com um asterisco.   *Minhas malas sumiram!!!!!. Para ser mais exata, nem embarcaram no vôo comigo! meu vôo Londres – Rio, pela Air France é sempre desdobrado em dois vôos. Londres (Heathrow) – Paris (Charles de Gaulle) e de Paris para o Rio.  Em Londres a funcionária do check in resolveu me batizar de novo e registrou as bagagens com outro nome. A mulher não embarcou e então retiraram minhas malas do vôo, em Londres! E eu só fui perceber que o recibo da bagagem tinha outro nome quando cheguei a Paris! Falei com a moça do check in em Paris, que me indicou outro guichê, cuaja a atendente me reconduziu a outro, e me deixou reentrar no desembarque, para procurar o serviço de bagagem da Air France. Coisa simples, considerando o tamanho do aeroporto! Concluindo, me deram um dossiê, cujo numero é inválido quando digitado no site, e até agora, eu não tenho nem pista de onde está tudo que é meu!!!!! Por tudo, leia-se tudo, tudo mesmo, mesmo. Por que eu despachei? Porque Marguerite (minha artrite reumatóide) que se comporta muito bem quando viajo, se revoltou (provavelmente porque eu estava voltando) e resolveu aparecer às vésperas da viagem de volta. Meu ombro começou a doer muito e  para não carregar peso, despachei o que NUNCA se deve despachar! Carregadores de celular, das câmeras, gêneros de primeira necessidade,  remédios (inclusive e principalmente para artrite) cartões de memória com todas as fotos!!!! e do netbook também, enfim, tudo o que você tem que levar com você. Ai que ódio!!!! eu nunca despacho essas coisas. E nunca tive problemas com malas!!!

Enfim…. só passa por isso, quem viaja!

Back home experience…

1- Às 5 58 horas da manhã, desembarquei no Galeão! Alguém no check in da Air France? No bureau de informações? Nem no da Air France, nem em nenhuma das Cias Aéreas!!!!  O aeroporto inteiro às moscas! Até a funcionária da Alfândega, parecia estar com o travesseiro embaixo do guichê. Eu poderia ter trazido  a Tour Eiffel que ela nem ia notar!  A esse hora da manhã, se você tiver algum problema, alguma dúvida, chore!!!

2- Alguém viu o outono por aí? O bafo característico do Rio nos saldou, em pleno abril, antes mesmo de sair do saguão. A porta automática se abriu  e senti o calor subindo até as têmporas e imediatamente comecei a suar. Muito!

3- Munida do meu chip da Tim (o qual ingênuamente tinha carregado com muitos reais de crédito, mesmo nunca tendo um unico minuto de roaming internacional), tentei ligar para o táxi (uma companhia que cobra muito menos que os táxis do aeroporto).

Voz da TIM

-Seus créditos  expiraram. Você não tem saldo suficiente para efetuar essa chamada.

Voz interior

– Que m! A TIM me roubou de novo!!!

Tentei recarregar com cartão de crédito e descobri que tudo o que já tinha feito no passado (cadastrar meu número TIM, ir até um caixa eletrônico, enviar fotos da família, certidões, tudo em 3 vias carimbadas e com firma reconhecida, etc, etc) também tinha expirado junto com os créditos!!!!  Eu e meu número não existíamos mais!!! tres meses fora e você evapora! Como alguém precisando chamar um táxi pode ir até um caixa eletrônico para cadastrar um número de celular???! Quando o aeroporto finalmente acordou, Carol achou uma livraria que vendia créditos (só com dinheiro vivo, pulando e  saltitante!) e com dimdim, meu número milagrosamente ressucitou!

Mensagem da Tim

Parabéns! Você acaba de cadastrar seu Tim chip!   -&$$O!W?W??

Segunda mensagem da Tim

No portal de voz da Tim a azaração rola solta! Aproveite e saiba o seu horóscopo! Só 0,69 /min!

Ai que ódio!!!!

Enquanto esperávamos o táxi, do lado de fora do aeroporto, o sol implacável, me fez lembrar que eu moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza, mas que beleza! e que calor! em alguns minutos eu já estava com toda a roupa grudada no corpo!  e a franginha repartida em pingos! meu humor estava a um passo da mais tenebrosa das DPVs!

Chegando em casa, numa das 34560 mil correspondências inúteis, me informaram que  minha conta bancária também está inativa por mais 90 dias e que preciso urgentemente confabular com meu gerente (que sabia que eu ficar fora esse tempo todo!).

Compras de sobrevivência…

Embuída de toda a coragem que tenho em meu ser, fui ao supermercado da esquina, com uma nota de 50.  Mas me deparei com um trem fantasma! Em cada corredor, o pânico aumentava! A inflação destrambelhada voltou??? O que aconteceu???  Quem sou eu??? quem é Dilma? Onde ela está?  Onde estou??? pão de forma 5,99??? E o Nescafé? É isso mesmo?! ai meu Deus!!!!  O que aconteceu??? Quando está a passagem de volta???

Ok.  Acho que preciso de um tempo…  Devia ter lido o horóscopo da Tim!

Anúncios
31
mar
11

Enquanto isso, no encantado reino de Dilma Roussef…

Na última segunda-feira, dia 28, o Governo Federal anunciou medida que aumenta de 2,38% para 6,38% o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) para compras no Exterior.

fonte O Globo

Eu não me lembro direito como era, mas houve uma época em que se pagava um ágil para viagem ao exterior, um espécie de fiança para sair do país. Ou seja, de uma maneira ou de outra, o governo sempre dá uma punição para quem ousa sair do Brasil e ainda por cima, quer comprar muito mais barato.

Já cansei de dizer  aqui no blog. Eu gasto menos de supemeercado aqui em Londres (para 3 pessoas) do que na esquina da minha casa no Brasil (para 2 pessoas), e como se não bastasse a qualidade/variedade é infinitamente melhor!!!

Se fosse simples assim, compras pelo cartão de crédito vão ficar mais caras, tudo bem. Brasileiro já está acostumado com isso. Mas não é tão simples assim.

Tem que ver quanto custa o dólar do seu cartão de crédito, o dólar que a gente compra para abastecer o Visa Travel Money,a cotação do débito no cartão internacional,  e numa inequação de terceiro grau, tentar chegar a um resultado quase sempre igual. O governo está metendo a mão no meu/seu/nosso dinheiro e ainda está dizendo como eu devo gastá-lo. Se eu fizer errado, se me comportar mal, levo um castigo e  pago (e caro) por isso!  E é assim para todo mundo! Para quem gasta muito e para quem gasta pouco. Triplicou o imposto e pronto!

Mas por que será que ninguém do governo se pergunta por que é tão absurdamente caro viajar pelo Brasil?

Eu sou péssima para contas e percentuais, mas sugiro e recomendo esse post do comandante Riq Freire no mais que necessário Viaje na Viagem.

Uma aula!

Não existe operação de câmbio em que você não saia perdendo.

Riq Freire

No mais é se sentir sempre com aquele nariz vermelho.

13
jun
10

fazendo as contas… europa, orçamento low cost mesmo!

ESTE BLOG MUDOU DE ENDEREÇO:

http://www.maladerodinhaenecessaire.com

Na sexta feira, tivemos nosso encontro no Cocoon. Fizemos de tudo, menos acertar as contas da viagem.  Então, ontem resolvi encarar a dura realidade. Que acabou, nem sendo tão dura assim!!! Eu sabia que não tinha dilapidado a fortuna da família, mas o total foi simplesmente ridículo.  Num post a parte, ou nos posts sobre cada cidade, vou  detalhar tudo. Mas dá para acreditar que para visitar 4 países da Europa, saindo de Londres e voltando, foi menos de 1.100 reais???? De passagens de avião (Easyjet e Ryanair) e os ônibus entre os aeroportos (na maioria, longe do centro) e as cidades que visitamos, foram exatos 510 reais.  Um pouco mais que uma passagem só de ida para São Paulo (aqui do lado).  E para 13 noites, 565 reais de hospedagem. Pode???

Ok. Para nós, que moramos no Brasil, tem a facada para cruzar o Atlântico. E antes, outra facada para chegar ao aeroporto, no caso do Rio de Janeiro, o Tom Jobim ( no site do aeroporto, é meio difícil encontrar a companhia de ônibus que faz a ligação com o centro da cidade, dão apenas o telefone. O que quer dizer que  a maioria usa mesmo o táxi, principalmente quem vem de fora). Enfim, não há termos de comparação.  Ao contrário, em todos os aeroportos que já pousei por lá, existe um transporte, seguro, econômico e confiável, entre o aeroporto (seja central ou afastado) e o centro da cidade, em questão, com lugar seguro para a bagagem, alguns com câmeras (para os mais desconfiados), tomarem conta de seus pertences.

Quanto às companhias low cost, pode parecer pegadinha, mas não é. Desde que se cumpra à risca o que está escrito no seu bilhete. No próximo post, falo mais sobre isso.

Até!

11
jun
10

readaptação (em clima ameno e em clima de copa)

O clima ajudou, sem dúvida. Só o fato de não estar suando em bicas, e poder até usar alguns cachecóis que comprei na viagem, dormir coberta por um edredom e não ter um ventilador dirigido diretamente ao meu ser, já facilitaram a reentrada. Lógico que já assisti aos indefectíveis comerciais de cerveja e drumete de frango  a ….,99 centáaavos!

A Copa do Mundo que foi detonada ontem, também dá um toque “internacional” ao momento. Vão me jogar “ovo podre” mas bem que eu gostaria de assistir a um jogo no pub em que almocei no último domingo com meu filho. Estava todo enfeitado, inclusive com um enorme bandeira do Brasil e em vez de Skol e  Brahma, cervejas (de verdade)  do mundo inteir0 (incluindo a minha querida Leffe, que apresentei à Rafael, que se tornou o mais novo addict), além de uma seleção de vinhos, especialmente escolhidos para a Copa.

Só para sentir o shape do torcedor inglês… E os sabores…

Mudando de assunto, hoje teremos nosso primeiro encontro pós viagem, lá no Cocoon. Troca de fotos, acerto das contas, e muitas gargalhadas, com certeza. Porém, antes, vou ter que passar no mercado.  Como eu sou fanática por supermercados mundo afora, ir ao mercado aqui, sempre é um ritual de passagem. Até os mercadinhos locais, por lá, são muito mais legais! O que mais me irrita, são os preços. Por mais incrível que pareça, eu gasto menos de supermercado quando estou em Londres, do que aqui. Sem falar na qualidade dos produtos. Principalmente os vegetais, frutas, verduras e legumes. Fico me perguntando, por que nosso ensolarado e enoooorme país, não temos os mesmos produtos vindos da terra. Os outros, industrializados, é melhor nem comentar.

Bom, no fim de semana… prometo! Começo a postar sobres as viagens, todos os detalhes, do que fiz, deveria ter feito e não tive tempo, e  tudo o mais. Até!

23
fev
10

o blog

Antes de continuar os relatos de viagem, e entupir o blog com mais fotos e estórias, quero agradecer aos leitores, pois apesar de poucos comentários, sei lá porque, tem tido um bom  ” leiômetro”. É que o wordpress tem uma ferramenta de estatísticas que mostra quantos e quais posts foram lidos, e mais um monte de informações que eu sinceramente não tinha ainda acessado, pois este blog é tipo um diário, daqueles da adolescência, onde a gente colava “o papel do chiclete que o cara que você estava a fim largou na lata de lixo da sala de aula” … e ainda escrevia o quão demorado tinha sido o olhar 43 que ele deu pra  você depois do recreio! Comecei esse blog, por causa da minha viagem à Paris, mas acabei deixando tudo para depois. Durante a viagem porque meu computador quebrou, e quando voltei, fiquei tão mal, que não tinha vontade de escrever. No ano seguinte, nova viagem, dei um up e com um computador bem pequeninho, que andou e anda comigo por todos os lugares, consegui postar mais e tomei gosto. Mas, cheguei de viagem e o calor me prostrou de novo e durante o ano, o blog andou bem meia boca. Nesta última viagem, peguei o embalo, e curiosamente o blog tem sido uma terapia para a depressão pós viagem. E eu escrevo para mim mesma. Um registro virtual e dinâmico.

No final das contas essa estória de blog vicia. Vê alguma coisa, e já bola algo para escrever. Uma mania que eu desenvolvi depois do computador. Eu tenho mania de mentalmente colocar coisas que eu vejo ou escuto,  nos “favoritos”,mentais, ou de “salvar” em algum arquivo do cérebro. É lógico, que é sempre bom ter um assunto legal, uma super viagem e fotos. Mas agora que eu peguei o hábito, virou meio Twitter (que eu não tenho muito saco).   Tenho vontade, sento aqui e escrevo. Como ainda estou organizando tudo, alguns posts antigos, estão sem categoria, com fotos meio truncadas, mas prometo relatar tudo que ficou de fora. e aos poucos reoganizar tudo. Até porque é um registro para mim mesma. Me imagino daqui a alguns anos, relendo isso tudo. Pelo menos posso resumir o número de agendas, onde anoto tudo o que eu fiz durante o dia.

Já me pediram para escrever sobre Paris e Londres, cidades que eu tenho mais intimidade, e posso falar com mais propriedade sobre o que fazer, quanto custa, etc, etc. Ah! tem um post prometido, que juro que vou fazer, sobre o “primeiro vôo internacional  a gente nunca esquece”. Também estou organizando os links, sites que eu pesquiso para planejar minhas viagens, blogs legais que eu vou descobrindo..Às vezes é bom achar tudo num mesmo lugar. Levei muitas horas navegando para descobrir coisas simples que se puder facilitar a vida de alguém, já valeu.

Então, valeu, brigadão!

16
fev
10

recordar é viver

Meus Deus, ainda bem que resolvi arrumar o blog, colocar as fotos que devido à correria da viagem, ficaram de fora, e ainda fui “presenteada” com a transmissão das Olimpíadas de Inverno de Vancouver.

Se não, eu juro que hoje teria comprado uma passagem relâmpago para Zoropa.  Menos um dia…é assim que eu vou levando.

Proximo post, Praga, maravilhosa!

25
jan
10

aqui me tens de regresso…

Chegamos a Heathrow com alguma antecedência e como já tínhamos feito o check in pela internet, foi só despachar as malas. Eu, Carol e Pedro tínhamos então bastante tempo para preencher ainda em terras londrinas…

Fomos direto para um pub no aeroporto, na tentativa de aliviar um pouco a dor da partida com algumas pints. Mas mesmo com a cerveja deliciosa, aquele sentimento de o que era doce acabou estava lá.

O terminal 4 de Heathrow é bem legal, diferente do terminal em que sempre chegamos que, cá entre nós, é bem chinfrim.

Depois do pub, uma saidinha para um cigarrinho e fomos a outro bar, desta vez um francês, com cardápios lindos, tudo em art nouveau. Mais pints e desta vez fizeram um certo efeito, pois estávamos às gargalhadas quando nos demos conta que tínhamos que correr para o security.

Passado o tradicional striptease da segurança, ainda esperamos um tempinho para o portão de embarque abrir e lá fomos nós para Paris, que dessa vez só sentimos o gostinho, no aeroporto mesmo. Nossa conexão era meio apertada e mesmo sem poder sair do aeroporto, passamos por outro ritual de tirar tudo, sapatos, cachecol etc…As lojas do free shop já estavam fechando e nem deu para curtir umas comprinhas….

Nosso voo estava inacreditavelmente vazio. Carol ficou com duas poltronas e eu com tres só para mim.

Na fileira do meio, um ser inerte, já tinha se espalhado em todas as cadeiras e dormiu o voo inteiro sem nem acordar para as refeições! Morri de inveja, pois minha total incapacidade de dormir em viagens, mesmo depois de cervejas, champanhe e vinho servidos fartamente nos voos da Air France me fez ficar acordadíssima e perambular pelo avião a noite inteira. Muitos Haagen Dazs, champahes e sanduiches para preencher o tempo…dormir que é bom, nada.

Chegamos bem, se é possível estar bem com o choque térmico que se tem ainda no aeroporto. Enquanto esperávamos as malas, veio uma jovem, equipada com uma prancheta na qual se via uma enorme lista de perguntas, tipo uma pesquisa.

– A senhora é de que estado? Me perguntou a jovem animada com a tal pesquisa…

– Do estado de choque!!! Respondi sem pensar…Incrédula, a mocinha ainda insistiu, mas pela minha cara de desespero, desanimou e foi embora. Dá para acreditar que alguém chegando da Europa tenha alguma capacidade de responder a mais de vinte perguntas???

Ao chegarmos em casa, constatamos que estávamos sem nenhum meio de comunicação. Fixo, celulares e internet cortados por falta da pagamento. Eu sabia que em algum lugar tinha um chip pré pago, mas encontrar um chip na mala, foi uma tarefa exaustiva…

Dormi o fim de semana inteiro!

Agora, mais de 48 horas em terras tupiniquins, ainda me encontro em estado de negação. Tô meio perdida mesmo. Tres e meia da manhã de segunda e sei que amanhã tem Bom Dia Rio e depois Ana Maria Braga…Como é que eu vou pegar no sono sem ouvir o locutor da LBC falando??? De volta para a Band FM…fazer o quê? O pior é mulata globeleza, BBB e anuncio de supermercado, com chã, patinho e lagarto…

Esta semana começo a organizar o blog…só assim, revendo fotos branquinhas e fresquinhas, dá para refrescar…até!




Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 9 outros seguidores

novembro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 9 outros seguidores

viagens
free counters

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: